O zagueiro Rafael Thyere decidiu fazer uma boa ação mesmo após o Natal. O jogador do Grêmio distribuiu mais de meia tonelada de alimentos para famílias carentes, na comunidade São Rafael, em João Pessoa. Ele só conseguiu entregar as doações um dia após desembarcar na cidade onde nasceu.

Os últimos dias foram bastante agitados para Thyere. Primeiro com o nascimento da filha, há pouco mais de um mês, em Chapecó, onde vestiu a camisa da Chapecoense, emprestado pelo Tricolor gaúcho nesta temporada. Depois, o paraibano seguiu rumo a Porto Alegre e passou o Natal ao lado da família da esposa. Até desembarcar na Paraíba um dia depois da data comemorativa.

 

– Infelizmente não pude estar na Paraíba antes. Apenas agora por causa do nascimento da minha filha, que está em Porto Alegre. Passei o Natal com elas. É um momento de muita felicidade estar na comunidade São Rafael. Se torna muito gratificante na vida ajudar, aprendi muito com meus pais. Quando a gente sempre tiver como ajudar ao próximo é importante – disse.

 

Uma das beneficiadas foi Maria Leite Ferraz. A dona de casa ficou emocionada com a entrega dos alimentos, que chegaram “em uma boa hora”, pela primeira vez na comunidade.

– Para a gente que passa aperto, está desempregada, isso é uma maravilha. Agradeço muito para quem deu – resumiu.

Após a ação, Rafael Thyere vai aproveitar o restinho das férias. Depois do término do empréstimo à Chapecoense, o paraibano deve retornar ao Grêmio – clube com o qual tem contrato até 2020. Inclusive, o jogador já conversou com pessoas ligadas ao Tricolor gaúcho sobre esse retorno.

– Tenho contrato com o Grêmio. O Grêmio é muito importante e muito bom. Um sonho grande poder voltar a vestir essa camisa. Saí emprestado e espero em 2019 ter uma sequência grande de jogos. A gente sabe que no ano tem várias partidas e precisa ter um elenco bastante grande, bastante qualificado, e espero poder ajudar, como sempre fiz – concluiu o zagueiro, campeão da Copa do Brasil e da Libertadores com o time gaúcho.

Paraibano tem contrato com o Grêmio até 2020 e espera retornar na próxima temporada — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio Paraibano tem contrato com o Grêmio até 2020 e espera retornar na próxima temporada — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio
Paraibano tem contrato com o Grêmio até 2020 e espera retornar na próxima temporada — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

ge

A LOA de 2019 contempla 285 Emendas Impositivas, o correspondente ao valor de R$ 21,4 milhões, dos quais, pelo menos 50%, por lei, será para investimentos na área de Saúde.

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) aprovou a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2019 no valor de R$ 2,7 bilhões. Os vereadores aprovaram a peça durante a sessão ordinária desta quinta-feira (27). Ao todo, foram apresentadas 354 emendas à norma, que estima a receita e fixa as despesas para o próximo ano.

Segundo o relator da LOA 2019, vereador Dinho (PMN), “a peça orçamentária está dentro de uma perspectiva de recuperação econômica”, contemplando 285 Emendas Impositivas, o correspondente ao valor de R$ 21,4 milhões, pelo menos 50% desse valor, por lei, será para investimentos na área de Saúde. O orçamento do ano que vem ainda recebeu 54 emendas de remanejamento, ou propositivas, e mais seis modificativas.

Apenas uma emenda não foi aprovada pela maioria dos parlamentares presentes. De autoria do vereador líder oposicionista, Leo Bezerra (PSB), a propositura adequava para 7% o valor dos remanejamentos realizados pelo Executivo. O líder situacionista, Milanez Neto (PTB), orientou pela derrubada da emenda e ainda justificou que há 22 anos, pratica-se em João Pessoa o valor de 10% para o limite de remanejamentos municipais.

Demais matérias

Na votação, ainda foram aprovados sete Projetos de Lei Ordinária (PLO) e um Projeto de Decreto Legislativo (PDL). O PDL concede Medalha Cidade João Pessoa ao empresário do ramo farmacêutico Arnaldo Poggy Lins.

Dois PLOs do Executivo Municipal e um da Mesa Diretora da Casa foram aprovados. O primeiro, do Executivo, autoriza a abertura de credito especial na CMJP no valor de R$ 5 mil para a aquisição de material permanente.

O segundo projeto do Executivo autoriza a realocação de dotação orçamentária por transposição e transferência de recurso de uma categoria para outra no orçamento da Câmara de João Pessoa no valor de R$ 87,2 mil, também para a aquisição de equipamentos e material permanente.

Já o PLO da Mesa Diretora assegura aos servidores da CMJP que se aposentarem até o dia 31 de março de 2019, pelo Instituto de Previdência Municipal (IPM), a permanência como usuários do plano de saúde disponibilizado pela Casa.

Clarisse Oliveira e Haryson Alves

Assessoria

A Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) divulgou, nesta quinta-feira (27), o plano de transporte e trânsito para as festividades do Réveillon 2019, na próxima segunda-feira (31). No total, 100 agentes estarão mobilizados para a execução do esquema, além de orientar o fluxo de veículos. O transporte público também será alterado, havendo o reforço de 14 linhas.

Os bloqueios, que permitirão uma circulação mais segura aos pedestres, terão início às 17h. Será interditado o trecho final da Avenida Epitácio Pessoa, a partir da Avenida Antônio Lira. As avenidas Cabo Branco e Almirante Tamandaré e entornos também estarão bloqueadas para veículos. A exceção são os serviços públicos e os moradores da área.

Chegada – A orientação da Semob-JP para quem vai passar a virada de ano na praia é chegar ao destino até as 22h. Quem vem dos bairros da Zona Sul, utilizando a Avenida João Cirilo da Silva, no Altiplano, no sentido Busto de Tamandaré, deverá priorizar o acesso pela ladeira da Barreira, até a Rua Edvaldo Bezerra Cavalcanti Pinho (Rua da Barreira) para chegar ao local do evento. O acesso de quem vem dos demais bairros deve ser feito pelos corredores Beira-Rio, Rui Carneiro e Epitácio Pessoa.

As ruas Índio Arabutan e Desembargador José Augusto Trindade servirão como saída de emergência. Esse trecho será monitorado a partir das 7h da manhã, sendo proibido o estacionamento de veículos na orla a partir da Rua Índio Arabutan até a Rua José Augusto Trindade, garantindo mais tranquilidade e espaço para a população. A partir da Avenida Cairu, até o final do Cabo Branco, o trânsito ficará livre para a circulação de veículos particulares, que deverão retornar pela Avenida Edvaldo Bezerra Cavalcanti Pinho (Rua da Barreira).

Retorno – Para retorno, o recomendado é evitar o horário entre meia-noite e 1h da manhã, quando o fluxo aumenta. Tanto na ida quanto na volta, a recomendação da Semob-JP é que seja priorizado o transporte público, bem como os taxis. A partir das 18h, haverá um ponto de embarque de passageiros para taxi na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, entre a Epitácio Pessoa e a Rua José Augusto Trindade, em Tambaú.

Carga e descarga – A Semob-JP recomenda aos comerciantes que programem o recebimento de produtos para abastecimento dos seus estabelecimentos, neste dia 31, preferencialmente no turno da manhã e, à tarde, até no máximo 16h, contribuindo assim para a fluidez do trânsito nessa área da orla.

Transporte – A Semob-JP determinou às empresas de transporte coletivo o reforço nos ônibus do Projeto Tetéu, que circulam pelo Terminal de Integração do Varadouro, e das linhas que passam pela orla marítima. Além disso, após a meia-noite, 50 ônibus extras serão disponibilizados para o retorno da população.

A partir das 16h, a linha 507 vai circular pela Rua Amaro Bezerra, Odilon Coutinho e Avenida Cabo Branco. Após 22h, passará a trafegar pelas ruas Amaro Bezerra, Cairu, acesso ao Altiplano, João Cirilo – retornando pela Rua da Barreira e Marcionila da Conceição. Já as linhas que atendem Manaíra vão circular pela Avenida Epitácio Pessoa, entrando na Nossa Senhora dos Navegantes, Rui Carneiro, seguindo itinerário normal.

Linhas do projeto Tetéu que serão reforçadas:

T002 – Bairro das Indústrias, T004 – Valentina/Paratibe/Mussumago, T007 – Mandacaru, T008 – Cabo Branco, T005 – Mangabeira VII, T006 – Mangabeira, T009 – Tambaú, T011 e T012 – Circulares e T010 – Bessa.

Outras linhas que receberão reforço durante o Réveillon:

204 – Cristo, 513 – Tambaú/Bessa, 5600 – Mangabeira/Shopping, 5603 – Mangabeira/Shopping, 5605 – Mangabeira/Shopping, 701 – Alto do Mateus, 116 – Colinas do Sul, 302 – Mangabeira Cidade Verde.

As Circulares 1500 e 5100 vão circular até a orla a partir das 8h.

Secom JP

O Centro integrado de Pesquisa e Comunicação (CIPEC) divulgou uma pesquisa de avaliação da imagem institucional do governo do Estado da Paraíba e revelou uma aprovação recorde de 84% da administração de Ricardo Coutinho (PSB).

A aprovação da administração do governador Ricardo Coutinho foi recorde chegando a 84,7% em dezembro deste ano. Na pesquisa, a avaliação não chegou a ficar abaixo dos 73,1% e no final do mandato o governador ainda teve o menor índice de desaprovação: apenas 9,3%.

Na avaliação da administração estadual, o gestor oscilou de 57,9% em novembro de 2017 ao ápice de 68,8% em dezembro de 2018, checagem também deu 23,7% de avaliação regular e apenas 5,8% dos entrevistados consideraram a administração ruim.

Por mesorregiões, 90% da Zona da Mata aprova a gestão; seguida pela Borborema com 84,9%; Sertão com 84,5% e Agreste com 78,2%. Por área, a Região Metropolitana de João Pessoa lidera com 92% de aprovação do governo; a Capital fica em segundo com 90,2%; seguido pelo interior 84,9% e Campina Grande com 68,8%.

Para 82% dos entrevistados a gestão do governador Ricardo Coutinho foi melhor do que eles esperavam e a ação ou projeto mais importante, apontados de forma espontânea foi a construção e recuperação de estradas: 25,2%; Educação em geral veio em segundo com 10,7%, Saúde em geral com 5,7%; construção de novos hospitais em geral com 5%. Na lista ainda constam Infraestrutura, Escolas técnicas, Abastecimento de água, Construção de Casas Populares, Viaduto do Geisel, Trevo das Mangabeiras, Segurança, Transposição do São Francisco, Controle das contas do Estado, Hospital de Trauma, Construção de Barragens, Transporte e Mobilidade, Habitação em geral, Hospital Metropolitano, Geração de Emprego e Renda, entre outros.

A principal marca positiva do governo também foi a construção e recuperação de estradas, 33,8% dos entrevistados destacou esta ação. Construção de Hospitais, Construção de Escolas Técnicas, Obras de abastecimento de água, Saúde em Geral, Educação em Geral, Segurança, Programa Giramundo, Controle de Contas, Programa Paraíba Unida Pela Paz, Transporte e Mobilidade em Geral, seguem a lista.

Mais da metade da população se sente beneficiada diretamente por uma obra ou ação da gestão de Ricardo Coutinho: são 54%.

Foram entrevistadas 1607 pessoas no período de 14 a 17 de dezembro de 2018. A margem de erro é de 2,49% para mais ou para menos e o intervalo de confiança da margem de erro é de 95,5%.

O centro utilizou uma metodologia quantitativa por amostra probabilística dos estágios múltiplos. No primeiro estágio foram selecionados probabilisticamente os municípios que compõem a amostra através do método PPT (Probabilidade Proporcional de Tamanho), tomando como base a população de cada um.

No segundo estágio, foram selecionados por sorteio aleatório os setores censitários a serem pesquisados dentro de cada município. Finalmente no terceiro estágio foi feita a seleção das residências dentro do setor censitário, utilizando-se quotas para a seleção do entrevistado dentro da residência em função das seguintes variáveis:

Sexo: masculino e feminino – dados da estatística do eleitorado TSE – Novembro de 2018.

Idade – dados da estatística do eleitorado TSE – Novembro 2018.

Foi aplicada a ponderação para compensar a desproporcionalidade ao nível de mesorregião.

Redação

A cantora Helô Nascimento se apresenta neste sábado (29), a partir das 12h30, na Praça Rio Branco, na última edição do Sabadinho Bom de 2018. O projeto é realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) por meio de sua Fundação Cultural (Funjope) e faz parte da programação do AnimaCentro.

No repertório, samba instrumental e MPB. O desfile passa por Noel Rosa, Cartola, Adoniram Barbosa, Djavan, Caetano Veloso, Gilberto Gil, entre outros grandes nomes da música nacional.

“A proposta do nosso projeto é no sentido de valorizar a autêntica música brasileira, dando valor aos interpretes e compositores que criaram e divulgam verdadeiras páginas da nossa rica música brasileira”, afirmou Helô Nascimento.

Com mais de duas décadas de trajetória musical, Helô acha que, por mais que os veículos de comunicação “isolem” os artistas da verdadeira linha da MPB, o público vai ficando cada vez mais apaixonado pelo repertório de nomes que estão longe da mídia. “A música de Noel Rosa, Cartola, Nelson Caquinho, entre outros, ninguém esquece, essa geração é eterna”, disse a cantora.

Serviço
Sabadinho Bom
Atração: Helô Nascimento

Local: Praça Rio Branco

Dia: Sábado (29)

Hora: 12h30

Classificação: Livre

Evento gratuito

 

 

 

Secom JP

Em sua conta pessoal no Twitter, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), disse na manhã desta quarta-feira, dia 26, que sua administração irá exercer um rígido controle sobre as concessões feitas por meio da Lei Rouanet. Na avaliação do capitão da reserva, “há um claro desperdício” de recursos que poderiam ser aplicados em outras áreas.

Bolsonaro cita como exemplo o desembolso, em um único dia, pelo gerente de responsabilidade Sociocultural de Furnas, maior subsidiária da Eletrobras, de R$ 7,3 milhões para 21 entidades.

“Em 2019 iniciaremos rígido controle de concessões. Há claro desperdício rotineiro de recursos, que podem ser aplicados em áreas essenciais. Este mês, NUM SÓ DIA, o Gerente de Responsabilidade Sociocultural de FURNAS autorizou via LEI ROUANET R$ 7,3 MILHÕES para 21 entidades”, diz no post o presidente eleito.

O governo de Jair Bolsonaro vai herdar, em 2019, pelo menos 800 projetos autorizados a captar verbas por meio da Lei Rouanet. O levantamento foi feito por meio do site VerSalic, que informa todos os projetos culturais autorizados a receberem incentivos fiscais do MinC (Ministério da Cultura).

As solicitações mais altas vêm de instituições culturais importantes do país, como o Museu do Amanhã (que pediu R$ 43,3 milhões), o Instituto Tomie Ohtake (R$ 31,4 milhões), a Osesp (R$ 31,3 milhões), o Instituto Cultural Inhotim (R$ 28 milhões), o Masp (R$ 28 milhões) e a Fundação Bienal de São Paulo (R$ 28 milhões). Nenhum destes captou qualquer valor até o momento.

No Twitter, o presidente eleito disse em 23 de setembro que os incentivos à cultura permanecerão, “mas para artistas talentosos, que estão iniciando suas carreiras e não possuem estrutura”.

Estadão Conteúdo

O procurador do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e coordenador da Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, Valberto Lira, voltou a analisar as condições dos estádios paraibanos para a disputa do estadual de 2019.

Segundo Valberto, de todos os casos, o que preocupa mais é o do Marizão, em Sousa, que, segundo ele, a preço de hoje, não teria nenhuma condição de receber jogos oficiais por conta do péssimo estado de conservação do gramado da praça esportiva sertaneja.

“Pelo que a gente tem visto por algumas fotografias divulgadas lá do gramado do Estádio Marizão, não tem nenhuma condição daquela praça esportiva receber jogos profissionais no estado que está. Nem com torcida e nem sem. É preciso que alguém que seja responsável pelo estádio, a Prefeitura Municipal de Sousa, emita algum posicionamento dizendo o que vai ser feito para garantir o mínimo de segurança para os atletas e também para os profissionais de arbitragem. O torcedor pode até achar que está sendo prejudicado, mas tudo que fazemos é para proteger o público”, declarou o procurador.

Nesta semana, o presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, publicou um vídeo com o Estádio Marizão em reforma. A expectativa, porém, é que o local seja liberado no dia 6 de janeiro. O fato é que, em pré-temporada, o time sertanejo tem trabalhado em municípios vizinhos.

Esperar até dia 6

Valberto Lira informou ainda que vai aguardar até o dia 6 de janeiro para que os responsáveis pelas demais praças esportivas do estado encaminhem os laudos comprovando as condições de utilização dos estádios e caso isso não aconteça vai emitir uma recomendação para que, pelo menos as primeiras partidas da competição em 2019, aconteçam sem a presença dos torcedores.

Globo Esporte

O governador Ricardo Coutinho (PSB) sancionou lei de autoria do deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSDB) que garante o transporte de animais de pequeno porte em linhas rodoviárias intermunicipais. A sanção foi publicada na edição desta quinta-feira (27) do Diário Oficial do Estado.

A lei garante o transporte apenas para cães e gatos de até oito quilos e é limitada a dois animais. o proprietário deverá apresentar documento firmado por médico veterinário atestando as boas condições de saúde
do animal, emitido no período de 15 dias antes da data da viagem.

Além disso, a lei exige carteira de vacinação atualizada, na qual conste, pelo menos, as vacinas antirrábica e polivalente e que os animais estejam devidamente higienizados.

Eles deverão ser acondicionados em caixas de transporte apropriadas ou similares durante a sua permanência no veículo, devendo ser transportados em local definido pela empresa e que lhes ofereça condições de proteção e conforto.

Os donos de animais serão orientados pela empresa de ônibus a adquirirem, com antecedência, passagem extra para que possam conduzir o animal ao seu lado.

No último dia 23 um cachorro morreu enquanto era transportado no bagageiro de ônibus que seguia de Sousa, no Sertão, para João Pessoa.

Mais PB

Um Deadpool light? A ideia inicial teria tudo para ser uma bomba, já que uma das características primordiais do sucesso da franquia é o humor politicamente incorreto e a violência gráfica acima da média. No entanto, Era uma Vez um Deadpool dá indícios de ser uma espécie de caça-níquel que vale a pena.

A base desse relançamento é Deadpool 2, lançado este ano para dar continuidade à história iniciada em 2016. O diferencial é que aqui ele é editado e apresentado para um público mais amplo, diminuindo a classificação indicativa de 16 para 12 anos.

A questão é: o que fazer para que o filme não fique com metade de seu tempo de duração? É aí que entram as piadas que só a equipe de Deadpool poderia pensar. Em uma espécie de homenagem ao filme A Princesa Prometida, de 1987, a equipe do filme chama Fred Savage, ator que, criança na época, antes ainda da série Anos Incríveis, estava no clássico longa. Aqui, ele é sequestrado pelo Deadpool, amarrado em sua cama e forçado a ouvir o desbocado mercenário contar a história de Deadpool 2 para ele.

Em A Princesa Prometida, o avô do personagem de Savage contava uma história de fantasia para o neto. Para evitar traumatizá-lo, o idoso criava meios de contornar e evitar as partes mais sangrentas e assustadoras do conto. Pelo visto, aqui acontece da mesma forma, mas, é claro, com bastante humor referencial, uma marca registrada dos diálogos da franquia. Comportado, mas irreverente.

‘Culpa’
Aposta da Dinamarca para o Oscar de Filme Estrangeiro. Uma ligação de socorro atendida por um ex-policial se transforma em uma busca desenfreada após o sistema de segurança se desconectar subitamente. Estreia em João Pessoa.

Jornal CORREIO.

Um lapso em um hospital pode ter exposto 3.778 pacientes à hepatite, HIV e outras infecções transmitidas pelo sangue nos Estados Unidos.

O centro cirúrgico HealthPlus, na cidade de Saddle Brook, no Estado de Nova Jersey, emitiu um alerta a todos os pacientes que passaram pelo ambulatório entre janeiro e setembro deste ano, de acordo com divulgado pela rede de TV norte-americana CNN.

Uma investigação do Departamento de Saúde de Nova Jersey descobriu que funcionários desse centro cirúrgico não estavam seguindo os procedimentos de limpeza e esterilização de instrumentos médicos o que teria colocado em risco pacientes principalmente em relação à hepatite B, hepatite C e HIV.

Até o momento, todos os pacientes foram notificados e nenhuma infecção foi detectada, de acordo com o Departamento de Saúde do Estado. “Embora o risco de infecção seja baixo, o centro cirúrgico HealthPlus e o Departamento de Saúde de Nova Jersey recomendam que os pacientes façam exames para essas doenças”, afirmou Janelle Fleming, porta-voz do Departamento de Saúde à CNN nesta segunda-feira (24).

Ela disse que não poderia compartilhar informações sobre o que teria desencadeado a investigação que identificou os “lapsos no controle de infecção”.

O centro cirúrgico HealthPlus atende as áreas de ortopedia, dor crônica e cirurgia plástica e recebe principalmente pacientes de Nova Jersey e arredores, como Nova York, segundo a rede de TV norte-americana ABC News.

Um comunicado do centro cirúrgico HealthPlus, divulgado pela CNN, pede aos pacientes que façam exames de sangue e afirma que o hospital se compromete a pagar todas as despesas associadas a esses exames.

Doenças são silenciosas

As hepatites B e C são uma inflamação no fígado causadas por vírus e geralmente são silenciosas. Quando apresentam sintomas, eles se manifestam entre duas e seis semanas após o contágio, segundo o Ministério da Saúde.

A hepatite C é a mais letal, mas tem cura em mais de 90% dos casos quando o tratamento é seguido corretamente. Já uma pessoa com hepatite B pode melhorar sem tratamento, enquanto outras podem sofrer de doença prolongada que pode causar danos ao fígado, ainda segundo informações da pasta.

O HIV é o vírus que causa a Aids, que compromete o sistema imunológico, dificultando o combate a infecções. Não tem cura. Hoje, se tratado de forma adequada, é possível conviver com o vírus.

R7

“O Homem e o universo – 50 anos de vida dedicada à astronomia” é o nome da exposição científica aberta neste sábado (22), na rampa do prédio administrativo da Estação Cabo Branco, em João Pessoa

O horário de visitação é de terça a sexta-feira de 9h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados, o horário é de 10h até 19h, com entrada aberta ao público de todas as idades.

A exposição, que fica em cartaz até o dia 20 de janeiro, foi idealizada pela Associação Paraibana de Astronomia (APA), em parceira com a Estação Cabo Branco para homenagear o professor de astronomia, Marcos Jerônimo, também servidor da casa, que há 50 anos dedica sua vida a pesquisa, estudo e observação dos astros e planetas.

A exposição é composta de fotos, reportagens, instrumentos de observação astronômica, objetos de pesquisa e pessoais do professor Marcos Jerônimo, que é natural de João Pessoa.