• (83)98801-4603
  • contato@portalmangabeira.com.br

A Globo finalmente deu fim ao programa Vídeo Show. Após uma série de derrotas para a Record TV, sucesso no horário com o Balanço Geral SP, a emissora carioca resolveu acabar com a atração. Diversas atitudes foram tomadas para salvar o vespertino, mas nada adiantou.

Mas engana-se quem acha que a Globo vai desistir de derrotar a concorrente no horário. Antes do Natal, a emissora bateu o martelo sobre a atração que vai ao ar na sequência do Jornal Hoje. A informação é do portal Uol. Uma revista eletrônica comandada por Fernanda Gentil e Fábio Porchat foi definida.

A produção guarda as notícias sobre o novo projeto em segredo. Mas há o conhecimento que será uma mistura  jornalismo e entretenimento. O novo diretor da área, Mariano Boni, tem acompanhado de perto o desenvolvimento do programa que conta com vários redatores dos dois setores.

A equipe do Vídeo Show, inclusive, será aproveitada, em parte, na nova atração. A produção já foi avisada para aguardar as coordenadas. É esperar para ver.

CONFIRA O COMUNICADO DA GLOBO NA ÍNTEGRA:

“A partir da próxima segunda-feira, dia 14, a ‘Sessão da Tarde’ passa a ir ao ar mais cedo, às 14h, com o fim do ‘Vídeo Show’. O programa que mostrou os bastidores das produções da Globo durante mais de 35 anos se despede do público nesta sexta-feira, dia 11. De 14 a 18 de janeiro, depois da ‘Sessão da Tarde’, o ‘Vale A Pena Ver de Novo’ exibe as emoções finais de ‘Belíssima’ em dobradinha com os primeiros capítulos de ‘Cordel Encantado’. A novela que vai ocupar a faixa é protagonizada por Bianca Bin (Açucena) e Cauã Reymond (Jesuíno), numa espécie de conto de fadas que mistura os universos do cangaço e da realeza europeia”.

TV O Foco

As autorizações para o desfile dos blocos carnavalescos deste ano em João Pessoa já estão sendo emitidas pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP). Feito em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Secretaria de Meio Ambiente (Semam) e Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), o procedimento teve início nesta quarta-feira (9) e vai até o dia 1º de março.

Como fazer

Para a emissão da autorização, a organização de cada bloco carnavalesco, inclusive os integrantes da Associação Folia de Rua, deve dar entrada no requerimento na Semob-JP com antecedência mínima de 30 (trinta) dias da realização do evento. Os interessados deverão preencher o Requerimento de Autorização Exclusiva (RAE) em formulário padrão (que está disponível na sede da Semob-JP ou no link http://bit.ly/2inZ0CU), e protocolizá-lo no setor de atendimento da autarquia.

Após a tramitação na Semob-JP, o formulário será encaminhado à Sedurb, à Semam e à Funjope para avaliação. Aprovado por estes órgãos, o formulário voltará à autarquia, que entregará ao solicitante a autorização conjunta. À Sedurb caberá verificar questões relacionadas à utilização do solo de domínio público. A Semam fará a vistoria e aferição do som, de acordo com a legislação ambiental, e a Semob-JP vai avaliar a interdição das vias para os desfiles.

Documentação necessária

Para dar entrada no requerimento, serão necessários os seguintes documentos: 1) Formulário único devidamente preenchido; 2) Memorial descritivo do evento devidamente preenchido; 3) Certidão negativa de débitos municipais; 4) Cópia do CNPJ e Estatuto do bloco (quando houver); 5) Cópia dos documentos pessoais do responsável; 6) Cópia de comprovante de residência; 7) Layout da concentração e percurso; 8) Havendo elaboração de material publicitário de divulgação do evento, é obrigatório anexar cópia.

Mais informações sobre a liberação da autorização podem ser obtidas pelo 3218-9345 ou 9 8814-8906 (WhatsApp). O horário de atendimento é das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Portal Correio

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou a revogação da adesão do Brasil ao Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular. Na sua conta no Twitter, ele afirmou hoje (9) que a iniciativa foi motivada para preservação dos valores nacionais. “O Brasil é soberano para decidir se aceita ou não migrantes”, disse o presidente. “Não ao pacto migratório.”

Em seguida, Bolsonaro justificou a decisão. “Quem porventura vier para cá deverá estar sujeito às nossas leis, regras e costumes, bem como deverá cantar nosso hino e respeitar nossa cultura. Não é qualquer um que entra em nossa casa, nem será qualquer um que entrará no Brasil via pacto adotado por terceiros.”

A decisão foi comunicada ao Ministério das Relações Exteriores, que orientou o corpo diplomático a transmiti-la à Organização das Nações Unidas (ONU). O Brasil aderiu ao pacto em dezembro de 2018.

Histórico
Anteriormente, Bolsonaro e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, criticaram os termos do pacto. No último dia 2, em Brasília, durante reunião com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, Bolsonaro afirmou que tinha a intenção de retirar o Brasil do acordo.

Segundo o presidente, o país vai adotar critérios rigorosos para a entrada de imigrantes. Após as eleições, ele afirmou que quem “não passasse pelo crivo” não entraria no país.

Para o chanceler, o pacto é “um instrumento inadequado para lidar com o problema. “A imigração não deve ser tratada como questão global, mas sim de acordo com a realidade e a soberania de cada país”.

Acordo
Fechado em 2017 e chancelado no ano passado, o pacto estabeleceu orientações específicas para o recebimento de imigrantes, preservando o respeito aos direitos humanos sem associar nacionalidades. Dos representantes dos 193 países, 181 aderiram ao acordo. Estados Unidos e Hungria foram contrários. República Dominicana, Eritreia e Líbia se abstiveram.

No final de 2017, existiam quase 25,4 milhões de refugiados em todo o mundo. Atualmente, apenas dez países acolhem 60% das pessoas nessa situação. Só a Turquia abriga 3,5 milhões de refugiados, mais do que qualquer outro país.

O pacto global sobre refugiados aponta quatro objetivos principais: aliviar a pressão sobre os países anfitriões, aumentar a autossuficiência dos refugiados, ampliar o acesso a soluções de países terceiros e ajudar a criar condições nos países de origem, para um regresso dos cidadãos em segurança e dignidade.

Agenda
Bolsonaro participa, pela manhã, da transmissão do cargo do Comando da Marinha para o almirante de esquadra Ilques Barbosa Junior. O presidente também tem reunião com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e com a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP).


Por Agência Brasil

A dependência de smartphones e da tecnologia moderna pode trazer o Anticristo à Terra, alertou o patriarca Kirill, líder da Igreja Ortodoxa Russa.

Nas redes sociais, muitos usuários reagiram à declaração do religioso com humor e ceticismo, enquanto outros acusaram a Igreja de “servir ao governo”.

Em entrevista à rede de televisão estatal russa, Kirill disse que quem usa smartphone deve ter cuidado ao utilizar a “internet móvel” porque representa “uma oportunidade de ganhar controle global sobre a raça humana”.

“O Anticristo é a pessoa que estará à frente da internet, controlando toda a humanidade”, afirmou.
“Toda vez que você usa seu ‘gadget’ (dispositivos como celulares, tablets e laptops), quer você goste ou não, quer você habilite ou não a localização, alguém pode descobrir exatamente onde você está, saber exatamente quais são seus interesses e do que você tem medo”, disse o religioso ao canal Rossiya 1.

“Mais dia, menos dia, os dispositivos e a tecnologia não vão apenas fornecer acesso a todas as informações, mas também vão permitir o uso dessas informações.”

“Você imagina o poder que estará concentrado nas mãos daqueles que ganham conhecimento sobre o que está acontecendo no mundo? Esse controle de um ponto é um presságio da vinda do Anticristo”.
Kirill afirmou que a sua Igreja não é contra o “progresso tecnológico”, mas contra “o desenvolvimento de um sistema que visa controlar a identidade de uma pessoa”.

Nas redes sociais, no entanto, nem todos os usuários estavam convencidos.

“A Igreja não é contra a ciência e o progresso tecnológico, mas está preocupada com a liberdade do indivíduo. Aham, claro”, brincou um usuário do Twitter.

“Sorria, o Anticristo está prestes a chegar”, tuitou outro, publicando a foto de uma mulher tirando uma selfie com Kirill e outros representantes da igreja.

Kirill é próximo ao presidente russo, Vladimir Putin, que participa de celebrações importantes da Igreja e já fez uma peregrinação ao Monte Athos, na Grécia, e a outros locais ortodoxos considerados sagrados.

Muitos sacerdotes ortodoxos russos se identificam com a agenda nacionalista do presidente.

Em uma época em que a liberdade para navegar na internet está cada vez mais restrita na Rússia – e as autoridades estão tentando criar uma internet russa independente – essa proximidade levou alguns usuários a acusar Kirill de emprestar sua autoridade divina à política do governo.

“Eles proíbem a internet internacional na Rússia para que o Anticristo não apareça”, observou um usuário no Twitter.

No último sábado, a Igreja Ortodoxa da Ucrânia se separou da Igreja Ortodoxa Russa, à qual foi subordinada por séculos, formalizando uma decisão anunciada em outubro.

O movimento de independência provocou uma reação furiosa em Moscou e aprofundou a cisão na Igreja Ortodoxa mundial.

G1

Dos mesmos organizadores do Dia Verde, chega em João Pessoa a Feira na Usina, feira que irá acontecer todos os meses na Usina Cultural Energisa das 16h às 21h. A Feira tem o intuito de levar toda a família pra usina pra passar um tarde agradável curtindo a programação para os Pet, crianças e adultos.

Para quem tem filho de 4 patas, o evento terá a área PET, onde vai ter o Encontro Cãonino com várias atividades desde Adoção de animais com a ONG Missão Patinhas Felizes, um bate papo descontraído sobre os principais cuidados com os animais em casa com a Dra. Débora Cristina Crispim das 16:30 as 17:30, para quem tem um danadinho em casa, poderá participar do aulão de como adestrar o seu bichinho com o Adestrador profissional Gustavo Vilar a partir das 17:30. E a festa não para por aí, vai ter feirinha de produtos do segmento animal e o Desfile de fantasia canina, então se você tiver uma roupinha do seu filhinho, traz ele pra brincar no evento.

Para a criançada vamos ter recreação, oficina de Slime por R$ 15,00 em três horários, 16h às 17h; 18h às 19h; e 20h às 21h, sendo feita as inscrições via Watsapp 83.998019265 e pagamento na hora; e para quem quiser ir fantasiado vai ter desfile de fantasia infantil também. Para os adultos teremos a feira de artes criativas que terão marcas de João Pessoa comercializando laços, acessórios, moda, design, decoração e plantinhas. E para todo mundo sair feliz, vamos ter praças de alimentação com comida vegana, além de doces e salgados deliciosos.

Assessoria

Uma reunião realizada na sede do Ministério Público da Paraíba, em João Pessoa nesta terça-feira (8), decidiu permitir a realização dos jogos do Campeonato Paraibano de Futebol com portões abertos. A reunião foi presidida pelo coordenador da Comissão de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, Valberto Lira.

O campeonato começa no próximo sábado (12).

Em três praças esportivas, no entanto, foram necessárias as famosas assinaturas de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que problemas sejam resolvidos ao longo do campeonato. Os estádios Amigão, em Campina Grande, Almeidão, em João Pessoa, e Perpetão, em Cajazeiras – todos administrados pelo Governo do Estado -, haviam sido reprovados em laudo dos Bombeiros, porque não havia em nenhum dos três um projeto de prevenção a incêndio.

No encontro, ficou definido que os clubes mandantes desses estádios vão ter que arcar com a produção dos projetos de prevenção desses locais. O Governo do Estado se comprometeu em não cobrar uma taxa administrativa desses clubes por usarem as praças esportivas para que esse dinheiro seja destinado justamente à feitura dos projetos.

Ainda na reunião, os gestores do José Cavalcanti, em Patos, do Marizão, em Sousa, e do Presidente Vargas, em Campina Grande, levaram documentos que demonstravam que naqueles locais foram feitos os ajustes pedidos em todos os laudos anteriores. Por conta disso, os estádios também foram liberados para jogos com a presença de público.

A primeira rodada do Campeonato Paraibano começa no sábado com três partidas e se encerra neste domingo com mais dois jogos. No sábado, o Botafogo-PB recebe a Perilima no Almeidão, o Atlético de Cajazeiras visita o Serrano-PB no Amigão e o Nacional de Patos joga no José Cavalcanti contra o CSP. No dia seguinte, o Treze recebe o Esporte de Patos no Presidente Vargas, enquanto que Sousa encara o Campinense no Marizão

paraiba.com.br

O Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) abrirá o período de agendamentos para triagens em sua Clínica-Escola de Odontologia. Serão 834 novas vagas disponibilizadas para a população, de crianças até pessoas idosas. O agendamento para triagens poderá ser realizado presencialmente ou via telefonema de 15 a 30 deste mês, ou enquanto houver vagas disponíveis. A triagem acontece das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30, de segunda a sexta-feira.

Das 834 novas vagas para as triagens, 106 são para crianças de 3 a 12 anos, enquanto as demais 728 são maiores de 12 anos. A triagem é uma consulta de avaliação feita por docentes e estudantes para detectar a necessidade dos pacientes. Durante os dias de triagem será necessário apresentar um documento de identificação oficial com foto, como o RG, e também o cartão do SUS, caso o paciente possua.

“Todos os pacientes deverão passar por este processo, independente de terem iniciado seus tratamentos no semestre anterior”, reforçou o coordenador do curso, prof. Marcos Vasconcelos. As consultas ocorrerão nos dias 4, 5, 6 e 7 de fevereiro, nos turnos da manhã ou da tarde.

A Clínica oferece as seguintes especialidades para atendimentos: Dentística (restaurações), Endodontia (tratamento de canal), Cirurgia (extração de dentes e outras pequenas cirurgias intraorais), Odontopediatria (tratamento odontológico para crianças), Periodontia (limpezas, cirurgias e tratamentos das gengivas), Estomatologia (diagnóstico de tratamento das lesões de tecidos da boca) e Pacientes Especiais (voltado para pessoas com deficiência). “Esses tratamentos não possuem custo para o paciente”, afirmou o coordenador.

portalcorreio

As duas empresas referência em telefonia celular anunciaram, no intervalo de uma semana, que seus lucros do último trimestre de 2018 foram bem menores que o esperado.

A Samsung informou, em comunicado, que prevê um lucro operacional de US$ 9,6 bilhões para o trimestre de outubro a dezembro de 2018, quase 30% a menos do que lucrou no mesmo período do ano anterior.

A essa lucratividade menor da principal fabricante de smartphones do mundo se somam preocupações dos investidores com os resultados da Apple (terceira colocada nessa lista, atrás da chinesa Huawei), que na semana passada anunciou lucros menores no último trimestre de 2018.

O diretor-executivo da Apple, Tim Cook, disse na quarta-feira que a empresa estima receitas de cerca de US$ 84 bilhões para os três meses finais de 2018, abaixo do prognóstico anterior, de no mínimo US$ 89 bilhões.

O anúncio colocou em alerta não apenas os acionistas como bolsas de valores em geral.

No mesmo dia, as ações da Apple caíram 10%, a US$ 142,19. E no intervalo de apenas quatro dias de negociações em 2019, o valor de cada ação da empresa já caiu cerca de US$ 10.

Assim como em outras empresas voltadas a bens de consumo, a temporada de festas de fim de ano costuma impulsionar as receitas entre outubro e dezembro.

Mas os prognósticos de receitas da Apple (lembrando que os resultados definitivos serão publicados em fevereiro) podem significar uma queda de quase 5% frente ao mesmo período do ano anterior e representam a primeira queda da empresa, na comparação entre trimestres iguais de diferentes anos, desde 2016.

E a situação da Samsung também não inspira muito otimismo.

A empresa sul-coreana reportou uma queda de 10% nas vendas em relação ao último trimestre de 2017.

Economia chinesa
Nem a Apple, nem a Samsung costumam dar explicações sobre os prognósticos de suas receitas, mas o fizeram desta vez.

A Samsung decidiu emitir um comunicado com alguns detalhes de estimativas de lucros do quarto trimestre para “aliviar a confusão” entre os investidores, uma vez que os prognósticos estavam bem abaixo das previsões do mercado.

“Esperamos que os lucros se mantenham moderados no primeiro trimestre de 2019 devido às condições difíceis para o setor de chips de memória”, informou a empresa.

Analistas consultados pela agência Reuters estimam, por sua vez, que os lucros da Samsung continuarão caindo em 2019, devido à desaceleração da economia chinesa, que reduz a demanda por chips e telefones.

A Samsung encabeça o mercado mundial de smartphones, mas enfrenta a concorrência crescente de rivais chineses, como a Huawei.

G1

Lucas Paquetá foi apresentado oficialmente nesta terça-feira na Casa Milan. Foram cerca de 40 minutos de entrevista coletiva, mas logo nas primeiras perguntas o meia ouviu uma palavra bastante comum quando se fala de brasileiros no clube rossonero: Kaká. A revelação do Flamengo, negociada por 35 milhões de euros, disse que espera seguir os passos do melhor do mundo em 2007.

– O Kaká é um grande jogador, o meu ídolo. Vi os seus jogos no Milan, sei de sua história, foi o melhor do mundo. Espero poder seguir o que ele fez e construir a minha história aqui com títulos – disse, em português, enquanto ainda está aprendendo o italiano.

– Eu joguei com o Kaká há alguns dias (no Jogo das Estrelas de Zico). Ele me disse que eu iria encontrar um clube como uma família e vou tentar seguir os conselhos que me deu – completou em outra oportunidade.

Também presente na coletiva – assim como o ídolo Paolo Maldini (diretor de desenvolvimento e estratégia esportiva) e Paolo Scaroni (presidente) -, Leonardo (diretor esportivo) tratou de acalmar logo possíveis comparações que viessem a surgir:

– O Milan tem uma grande história com jogadores brasileiros. A expectativa é alta e compreensível. O talento existe, mas não façamos comparações com Kaká. São situações diferentes. Ricardo chegou num Milan vencedor e com tantos campeões, agora a equipe e a empresa estão em construção, então para avaliarmos teremos que levar em conta todos esses aspectos. Mas o talento está lá.

O novo camisa 39 (escolheu o mesmo número que começou no Flamengo) rossonero encheu a bola do clube ao revelar a primeira palavra que o convenceu a assinar contrato até junho de 2023:

– “Milan”. Quando um clube com esta história me chamou eu fiquei muito feliz. Eles me presentearam com um importante projeto e com profissionais importantes. Conversei com a família e decidimos que o Milan era o lugar certo para mim.

E quando vai ser a estreia?

Paquetá tem treinado desde o fim do Brasileiro e deve ter condições de jogar alguns minutos no sábado, em partida contra a Sampdoria, pela Copa da Itália.

Na outra quarta-feira, dia 16, há uma oportunidade de ouro contra a Juventus, pela Supercopa. Houve uma curiosidade na imprensa sobre qual seria a preferência do jogador, famoso por sua polivalência, uma vez que atuou em diversas funções pelo Flamengo. Ele deu sua opinião:

– Fico à vontade como meio-campista. No Flamengo eu estava jogando mais à frente, mas sou versátil e minha meta é ajudar o time. Toda partida é importante quando você veste vermelho e preto. Minha ideia é jogar na frente, jogar um futebol ofensivo com o time.

– Sou um jogador técnico que sempre tenta entender como funciona o jogo e como se desenvolve. Acho que tenho um bom físico e estou trabalhando muito com e sem a bola, pois na Itália é muito importante. Eu quero criar chances e finalizar a gol – descreveu.

Paquetá, porém, está ciente dos desafios que o aguardam numa liga bem diferente do Brasileiro.

– Vi muitos jogos da Série A. É um futebol muito físico e tático, diferente do brasileiro. Eu vou estar atento a todos os detalhes que vão me ensinar a melhorar e dar em campo o melhor de mim para ganhar.

– Preciso me ambientar o mais rápido possível ao futebol italiano e me entrosar com os companheiros. Desde criança, sempre tentei jogar em posições diferentes. Quero dar meu melhor para o time.

G1

As duas empresas referência em telefonia celular anunciaram, no intervalo de uma semana, que seus lucros do último trimestre de 2018 foram bem menores que o esperado.

A Samsung informou, em comunicado, que prevê um lucro operacional de US$ 9,6 bilhões para o trimestre de outubro a dezembro de 2018, quase 30% a menos do que lucrou no mesmo período do ano anterior.

A essa lucratividade menor da principal fabricante de smartphones do mundo se somam preocupações dos investidores com os resultados da Apple (terceira colocada nessa lista, atrás da chinesa Huawei), que na semana passada anunciou lucros menores no último trimestre de 2018.

O diretor-executivo da Apple, Tim Cook, disse na quarta-feira que a empresa estima receitas de cerca de US$ 84 bilhões para os três meses finais de 2018, abaixo do prognóstico anterior, de no mínimo US$ 89 bilhões.

O anúncio colocou em alerta não apenas os acionistas como bolsas de valores em geral.

No mesmo dia, as ações da Apple caíram 10%, a US$ 142,19. E no intervalo de apenas quatro dias de negociações em 2019, o valor de cada ação da empresa já caiu cerca de US$ 10.

Assim como em outras empresas voltadas a bens de consumo, a temporada de festas de fim de ano costuma impulsionar as receitas entre outubro e dezembro.

Mas os prognósticos de receitas da Apple (lembrando que os resultados definitivos serão publicados em fevereiro) podem significar uma queda de quase 5% frente ao mesmo período do ano anterior e representam a primeira queda da empresa, na comparação entre trimestres iguais de diferentes anos, desde 2016.

E a situação da Samsung também não inspira muito otimismo.

A empresa sul-coreana reportou uma queda de 10% nas vendas em relação ao último trimestre de 2017.

Economia chinesa

Nem a Apple, nem a Samsung costumam dar explicações sobre os prognósticos de suas receitas, mas o fizeram desta vez.

A Samsung decidiu emitir um comunicado com alguns detalhes de estimativas de lucros do quarto trimestre para “aliviar a confusão” entre os investidores, uma vez que os prognósticos estavam bem abaixo das previsões do mercado.

“Esperamos que os lucros se mantenham moderados no primeiro trimestre de 2019 devido às condições difíceis para o setor de chips de memória”, informou a empresa.

Analistas consultados pela agência Reuters estimam, por sua vez, que os lucros da Samsung continuarão caindo em 2019, devido à desaceleração da economia chinesa, que reduz a demanda por chips e telefones.

A Samsung encabeça o mercado mundial de smartphones, mas enfrenta a concorrência crescente de rivais chineses, como a Huawei.

G1