Se tem Barcelona no Camp Nou tem show de Messi. Craque, gênio, dono dos melhores adjetivos possíveis para exaltar sua qualidade incrível, o argentino deitou e rolou nesta terça-feira ao marcar dois gols, aplicar belos dribles e fazer grandes jogadas na vitória por 3 a 0 sobre o Manchester United, pelas semifinais da Liga dos Campeões. Philippe Coutinho, com um golaço de fora da área e desabafo público, fechou a conta para garantir a classificação catalã na competição.Com a classificação confirmada após a vitória por 3 a 0 sobre o Manchester United, o Barcelona supera o jejum de três anos em que era eliminado nas quartas de final da Liga dos Campeões e avança às semifinais. O adversário da próxima fase será Liverpool ou Porto, que duelam nesta quarta-feira. Os ingleses têm a vantagem e podem perder por até um gol de diferença que ficam com a vaga, pois venceram na Inglaterra por 2 a 0.

ge

A pesquisadora de aplicativos Jane Manchun Wong percebeu que o Facebook pode estar migrando o Messenger de volta para dentro de sua plataforma. A mudança usa o botão Messenger já existente no aplicativo do Facebook, mas leva você a uma nova seção chamada “Chats” em vez de abrir o app separado do Messenger, como acontece hoje.

Jane observa que essa seção de bate-papos contém apenas uma seleção limitada de recursos do Messenger, sem opções de fazer chamadas ou enviar reações nas mensagens, por exemplo.

Como parte de seus planos de integração de mensagens (Messenger, Instagram e WhatsApp), a funcionalidade parece estar retornando.

O Facebook supostamente deixaria que o app individual do Messenger continue existindo para atender a um público diferente.

As imagens da pesquisadora também mostram o redesenho proposto pelo Facebook para o aplicativo. A interface espelha de perto o redesenho Facebook Messenger.

Apesar das descobertas, ainda não está claro quando a nova integração ou interface de mensagens será de fato lançada pela plataforma.

O Messenger foi lançado pela primeira vez como um aplicativo independente em 2011 e, em 2014, o Facebook removeu sua funcionalidade de seu app homônimo.

clickpb

Acostumado a se envolver em polêmicas, o deputado estadual Tião Gomes (Avante), que é conhecido pelo seu temperamento explosivo é o novo presidente do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). A informação foi confirmada pela assessoria da instituição nesta terça-feira (16).

O parlamentar é conhecido por casos de repercussão como o do dia 1º de fevereiro de 2015, em que não concordou com a forma como a eleição estava sendo conduzida e puxou os fios da urna, impedindo o voto secreto. Saiba mais sobre esse caso: Tião Gomes mantém candidatura para presidência da ALPB e disse que, se for preciso, quebrará urna novamente

Em entrevista ao Portal ClickPB, o parlamentar disse que o Conselho de Ética funciona quando existe alguma coisa grave entre os deputados. “Vou conduzir com equilíbrio e transparência essa pasta. Temos um parlamento comprometido com o trabalho prova disso é que durante os últimos 30 anos quase não tivemos problemas”, explicou.

A comissão de Ética é uma das mais concorridas pela importância que possui ao ser responsável pela discussão de diversos projetos importantes.

Confira no vídeo, o registro desse caso:

clickpb

A Paraíba poderá ganhar a Rota Turística Jackson do Pandeiro. É o que sugere um projeto do deputado Estadual Chió (REDE). Segundo ele, a ideia já foi entregue ao governador João Azevêdo (PSB, na sexta-feira (12), durante a terceira plenária do Orçamento Democrático Estadual, em Esperança-PB.

“A Rota Turística Jackson do Pandeiro consiste em oferecer muito mais que infraestrutura asfáltica nos 50 km de estrada da PB 079 que interliga as cidades de Juarez Távora a Remígio. O objetivo do projeto é criar uma estrada viva, transformado essa importante via, em um atrativo turístico, onde os visitantes possam desfrutar as belezas naturais e culturais de toda a região”, explicou o deputado.

Um levantamento feito pelo mandato parlamentar de Chió (REDE), comprova que o trecho que liga a BR 104 a BR 230 serve como principal rota de tráfego das regiões do Curimataú e Seridó paraibano e potiguar, com destino as regiões litorâneas. Além de ônibus, alternativos se revezam consolidando uma das linhas mais disputadas da região.

“São cerca de 90 linhas diárias trafegando diariamente pela rota. Cinquenta delas entre Remígio e Areia, outras 18 entre Areia e Alagoa Grande, e mais vinte linhas diárias fazendo o percurso entre Alagoa Grande e Juarez Távora”, detalhou Chió.

O projeto
Ainda sem previsão para seja executado, o projeto dependeria de uma parceria envolvendo o Governo do Estado da Paraíba, através da PBTur, do DER, Secretarias de Cultura, Turismo, Comunicação e Meio Ambiente. As Prefeituras de Juarez Távora, Alagoa Grande, Areia e Remígio.

Além disso, também teria a participação de associações de turismo, empresários, Sebrae, UFPB, DNIT, Fórum de Turismo do Brejo Paraibano, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), Governo Federal – através de emendas parlamentares, e comunidades locais.

Além da restauração completa da PB 079, com sinalização horizontal, vertical, turística e segurança viária (guard rail), o projeto prevê a construção de mirantes ao longo do percurso, o fomento ao turismo com ações de desenvolvimento socioeconômico, o envolvimento de comunidades locais, ações de proteção ambiental com o plantio de mais árvores frutíferas e floríferas, portais de entradas nas cidades, além da divulgação da rota, equipamentos turísticos e a denominação de curvas e mirantes com títulos de músicas de Jackson do Pandeiro.

A região
A região que compreende o trecho de 50 km de rota possui clima privilegiado, a Reserva Estadual da Mata do Pau Ferro, lagoas e cachoeiras, trilhas ecológicas, engenhos de cana de açúcar e cachaças, comunidades quilombolas, rampas para esportes radicais, casario antigo, sítios arqueológicos, artesanato regional, igrejas históricas, museus e memoriais, teatros, cinemas, restaurantes, hotéis e pousadas.

portalcorreio

Os camelôs têm até o próximo dia 22 para deixarem as ruas do Centro da capital. A recomendação foi dada pela 2ª Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Patrimônio Social de João Pessoa, através do promotor de Justiça João Geraldo. Segundo a recomendação do Ministério Público, cabe à prefeitura tomar as providências necessárias para retirar os ambulantes que estão ocupando irregularmente as ruas e calçadas do Centro da cidade.

A assessoria da Secretaria do Desenvolvimento Urbano do Município (Sedurb) informou que está buscando uma alternativa para a situação e que já vem conversando com os camelôs para que a saída deles seja de forma pacífica.

A presidente da Associação dos Camelôs, Márcia Medeiros, defende uma padronização das barracas em calçadas largas, a retirada de vendedores ambulantes de calçadas estreitas e, principalmente, que a categoria que ainda está vendendo seus produtos não sofra nenhum tipo de violência. “Nossas alternativas para a questão já foram levadas à Sedurb e à Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP)”, revelou Márcia, sugerindo que o Shopping Lagoa poderia ser reaberto com os camelôs que serão obrigados a sair das calçadas do Centro da cidade.

Segundo o promotor João Geraldo, foi constatado durante inquérito civil público um elevado número de vendedores ambulantes e lojistas que se utilizam ilegalmente das calçadas para expor seus produtos, dificultando a mobilidade dos pedestres.

João Geraldo informou que o Código de Posturas veda o comércio ambulante de produtos que ofereçam perigo à saúde pública. O problema é que atualmente existem muitos vendedores de frutas nas calçadas do Centro sem nenhuma higiene. Além disso, pelo Código de Posturas, nenhum vendedor ambulante pode transformar o espaço público em privado, uma vez que essa prática se resume em crime contra a Ordem Tributária.

O vendedor Ronaldo de Sousa afirmou que a categoria quer continuar no Centro e que todos são a favor de uma padronização dos pontos de venda. Ele disse que já foram feitos vários cadastramentos. “Eu sobrevivo dessas vendas e minha esposa que tem o curso de enfermagem está desempregada. Então vai ser muito difícil para gente se retirarem os camelôs das ruas do Centro, porque é onde o fluxo de pessoas é grande e as vendas acontecem”.

Terezinha Maria, que vende roupas na calçada em frente ao Parque Lagoa, afirmou que a categoria não pode ficar sem poder trabalhar. “A gente continua aguardando um posicionamento da prefeitura, para saber onde vão colocar os camelôs. Na verdade, não podemos ficar sem vender nossos produtos porque vamos passar fome”, disse a ambulante, acreditando que a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai abrir um novo espaço para que a categoria continue trabalhando.

Gustavo Félix também disse ser a favor de uma padronização dos pontos de venda. “Eu sou vendedor ambulante há anos e sei que nenhum ambulante ganha menos de R$ 1 mil por mês, então acredito que todos podem pagar uma taxa mensal para a prefeitura para que ela permita que todos continuem trabalhando de forma ordenada e padronizada nas ruas do Centro de João Pessoa”, disse o ambulante, observando que dar pra todo mundo trabalhar sem perturbar os pedestres.

O ambulante Wallace Santos disse que ainda não aconteceu nenhuma reunião com a prefeitura, e lamentou a decisão do Ministério Público, porque no Brasil existem 13 milhões de desempregados e que ações como essa aumentam ainda mais esse número. “Tanto o inistério Público, como a Prefeitura de João Pessoa, têm que organizar a venda dos camelôs e não mandar o pessoal pra casa porque eles não vão poder sobreviver”. As informações são do Jornal A União.

primeirasnoticias

Pela primeira vez, o valor do salário mínimo ultrapassará R$ 1 mil. O governo propôs salário mínimo de R$ 1.040 para 2020, o que representa alta de 4,2% em relação ao atual (R$ 998). O valor consta do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, apresentado
hoje
(15) pelo secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues.
Até este ano, o mínimo era corrigido pela inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) de dois anos anteriores. Como a lei que definia a fórmula deixará de vigorar em 2020, o governo optou por reajustar o mínimo apenas pela inflação estimada para o INPC.

A LDO define os parâmetros e as metas fiscais para a elaboração do Orçamento do ano seguinte. Pela legislação, o governo deve enviar o projeto até 15 de abril de cada ano. Caso o Congresso não consiga aprovar a LDO até o fim do semestre, o projeto passa a trancar a pauta. O valor do salário mínimo pode subir ou cair em relação à proposta original durante a tramitação do Orçamento, caso as expectativas de inflação mudem nos próximos meses.

Agencia Brasil

O edital do concurso de Guarabira com 218 vagas em 54 cargos foi divulgado na tarde segunda-feira (15) para acessar o documento clique aqui. As inscrições começam as 10h do dia 22 de abril e vão até às 23h59min do dia 19 de maio de 2019. As provas estão marcadas para 14 julho e a previsão para o resultado é 29 de agosto.

O valor da taxa de inscrição será de R$ 60 para nível fundamental, R$ 80 para nível médio e R$ 100 para nível superior. Esta é a terceira vez que a UEPB organiza concurso público para a Prefeitura de Guarabira, tendo ocorrido certames nos anos de 2013 e 2015.

As remunerações variam entre R$ 998 (no caso dos cargos de nível fundamental e médio/técnico), com exceção de agente de trânsito (R$ 998 + gratificação) e médico R$ 2319 + produtividade).

O anúncio do concurso, foi feito pelo prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), que assinou na última quinta-feira (11) o contrato com a Comissão Permanente de Concursos (CPCon) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

São diversos cargos de nível fundamental que incluem auxiliar de limpeza urbana (10 vagas, sendo 2 para pessoas com necessidades especiais), auxiliar de serviços diversos (30 vagas, sendo 5 para pessoas com necessidades especiais), coveiro (1 vaga), merendeira (12 vagas, sendo 2 para pessoas com necessidades especiais), operador de máquinas pesadas (4 vagas) e vigilante municipal (3 vagas).

Os cargos de nível médio/técnico incluem agente administrativo (20 vagas, sendo 05 para pessoas com necessidades especiais), agente de trânsito (10 vagas, sendo 02 pessoas com necessidades especiais), auxiliar de consultório dentário (2 vagas), agente arrecadador (2 vagas), eletricista (2 vagas).

clickpb

O 6º Juizado Especial Cível de João Pessoa, na Paraíba, condenou a OLX a, no prazo de 10 dias, apresentar “mecanismos de compliance e checagem da autenticidade da identidade do usuário perante este juízo, sob pena de arbitramento de multa por descumprimento desta decisão”.

De acordo com os autos do processo que tramita no 6º Juizado Especial Cível de João Pessoa/PB, a empresa não estaria tomando as medidas necessárias para proteção dos dados pessoais dos seus usuários e de terceiros, vez que o site da OLX estaria sendo utilizado para prática de crimes.

Segundo a decisão liminar, o caso envolve uma Ação de Reparação de Danos Morais em que o autor apresentou documentação sustentando “ser alvo de várias publicações em seu nome realizadas por terceiros estelionatários através do sítio eletrônico” da OLX e “que recebeu várias ligações de outros estados sobre a utilização indevida de seus dados pessoais na ‘OLX’, sem que nunca tenha utilizado de seus serviços”.

As informações que constam no processo que deu origem à decisão judicial explicam que a ausência desses mecanismos “permite que qualquer pessoa utilize dos dados pessoais de outra de forma indevida”.

Os fatos do processo judicial foram objeto de denúncia perante o Procon da Paraíba para apuração do possível descumprimento das leis do Direito do Consumidor pela empresa proprietária do site OLX, que se intitula “o maior site de compra e venda do Brasil”, explicando em seu site que é “uma das empresas de tecnologia que mais crescem no Brasil”, “com quase meio milhão de anúncios todos os dias e uma média de 2 milhões de vendas por mês – cerca de 50 por minuto”.

clickpb

A Federação Paraibana de Futebol (FPF) mudou mais uma vez as datas e horários dos jogos da final do Campeonato Paraibano 2019, que será disputada entre Campinense e Botafogo-PB

Em reunião com os Presidentes do Campinense e do Botafogo a Presidente da Federação Paraibana de Futebol, Michelle Ramalho ajustou os horários e a data da segunda final do Campeonato Paraibano 2018, que terá os jogos serão transmitidos ao vivo pela TV Tambaú e pela TV Belo.

A primeira mudança foi no jogo de ida, que tem mando da Raposa e que passou das 21h45, para as 21h35. O jogo continua mantido para esta quarta-feira no Estádio Amigão, em Campina Grande.

Já o segundo jogo, que já foi marcado para o sábado, depois transferido para a terça-feira, voltou para o sábado, às 16h, no Estádio Almeidão. As mudanças foram definidas em uma reunião realizada nesta segunda-feira na sede da FPF e que contou com a presença de representantes dos dois clubes que vão disputar o título e também com a presidente da entidade, Michelle Ramalho.

ARBITRAGEM FIFA
Outra novidade que foi confirmada pela presidente Michelle Ramalho foi que a arbitragem para os jogos da final vai ser dos quadros da Fifa, pedido que a FPF já havia apresentado na semana passada à comissão de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

– A reunião demorou um pouco porque nós estávamos acertando todos os detalhes para que a final do Campeonato Paraibano seja um grande jogo. Inclusive nós esperamos até agora uma confirmação da CBF para que a arbitragem Fifa fosse liberada e eu acredito que vamos ter jogos que realmente brindem o alto nível que foi essa edição do nosso estadual – comentou a presidente da FPF durante a reunião desta segunda-feira.

ge

Vinte e quatro dos 92 presos que fugiram da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes (PB1), em João Pessoa, seguem foragidos. O balanço foi divulgado pela Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba nessa segunda-feira (15).

Conforme o balanço, 68 apenados já foram recapturados, com destaque para Jobson Barbosa da Silva, de 25 anos, condenado a 24 anos de prisão pelo assassinato da vendedora Vivianny Crisley, que aconteceu em outubro 2016. Jobson foi recapturado na sexta-feira (12) em Santa Rita.

Entenda o caso
No dia 10 de setembro, ao menos 20 homens fortemente armados invadiram a penitenciária e explodiram o portão principal, ocasionando a maior fuga em massa já registrada na Paraíba.

A intenção dos bandidos era resgatar quatro detentos, que são suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubo a bancos e carros-fortes. Um deles não conseguiu fugir. Em contrapartida, muitos outros apenados foram beneficiados pela ação e escaparam do cárcere.

A identificação de todos os 24 foragidos não foi divulgada pela Administração Penitenciária, mas quem quiser colaborar com a polícia na busca por qualquer pessoa procurada, pode acessar o site Procurados PB.

portalcorreio