A programação do São João 2019 do Circuito Junino do Brejo foi divulgada nesta segunda-feira (6). O evento envolve cinco cidades do Brejo paraibano que se unem para promover os festejos juninos de forma integrada. Os festejos começam no dia 1º de junho em Solânea e ainda passam por Belém, Borborema, Serraria, Caiçara e Bananeiras.

O lançamento foi na cidade de Borborema. Entre as atrações estão Mano Walter, Luan Estilizado, Santana, Sirano & Sirino, Eliane e Dorgival Dantas. A intenção do circuito é valorizar a cultura nordestina e também o turismo nas cidades. O roteiro integrado permite que a população se concentre nas cidades, durante os festejos.

Todos os shows acontecem em praça pública, com entrada gratuita. Além dos shows musicais, as cidades também promovem feiras e atividades culturais regionais. Em cada cidade também é montada estrutura de barracas para vendas de bebidas e comidas típicas.

Confira a programação do Circuito Junino do Brejo 2019

Solânea

Belém

Caiçara

Bananeiras

Serraria

Borborema

Portal do Litoral Sul

Ao que tudo indica chegou ao fim a treta envolvendo as duas maiores duplas sertanejas de mulheres do país: Simone e Simaria e Maiara e Maraísa.

As duplas se encontraram no show em comemoração ao Dia do Trabalhador em Carapicuíba, na Região Metropolitana de São Paulo. Os fãs fizeram questão de registrar o momento em que qualquer desavença foi superada. Entre abraços e palavras de carinho, as duplas selaram a paz.

A ‘guerra’ começou em abril, com trocas de indiretas nas redes sociais.

Tudo começou depois que Maraísa escreveu dois posts debochando de Simone e Simaria, após a dupla ser eleita embaixadora de Barretos 2019. A notícia, porém, não agradou a cantora que faz dupla com Maiara, que desabafou nas redes sociais.

Logo após o anúncio, ela escreveu dois posts debochando das coleguinhas.

“Miga, nem se convidassem! Quem é que quer o que ninguém quer mais nem de graça? Embaixador só tem um: Gusttavo Lima”.

Vale lembrar que Maiara e Maraísa queriam o título de ’embaixadoras’, pois chegaram a dar essa indireta em Barretos em 2018.

Os ânimos ficaram exaltados, e até Marília Mendonça entrou na jogada, pedindo para as mulheres de unirem em vez de ficarem brigando.

Deu certo.

Confira o momento em que duplas se encontraram:

View this post on Instagram

Enfim, a paz! ✌️ Fãs registraram o momento em que Simone e Simaria e Maiara e Maraísa mostraram que o ressentimento ficou para trás!. As divas do sertanejo finalmente selaram a paz durante o show em comemoração ao Dia do Trabalhador em Carapicuíba, na Região Metropolitana de São Paulo. Rolaram abraços e palavras de carinho Elas haviam trocado farpas pelas redes sociais! No início de abril, as coleguinhas foram anunciadas embaixadoras da Festa do Peão de Barreto. Só que Maraisa, da dupla com Maiara, criticou as duas por ocuparem o posto que anteriormente pertencia a Gusttavo Lima. Felizmente as duplas conversaram e se entenderam!!! O que vc acha da atitude delas??? ❤️❤️❤️ eu amei!!! Mulheres devem se unir!! .. . . . . . #simoneesimaria #maiaraemaraisa #paz #sertanejo #barretos #mulheresunidas #polêmica #reconciliação #cantoras #desculpas #treta #redessociais #briga #gusttavolima #famosos #fofocas #celebridades #baphosdosfamosos #bastidoresdafama

A post shared by KEILA DOS SANTOS JIMENEZ (@ktvefamosos) on

 

Um dos destaques do Botafogo-PB na temporada, Marcos Aurélio tem atraído olhares de outras equipes. Porém, a diretoria do Belo garantiu que o meia segue firme na equipe para o restante da temporada. O último interessado no atleta foi o Santa Cruz-PE, mas o presidente do time paraibano, Sérgio Meira, afirmou que “não houve nenhum contato oficial entre as equipes”.

Além de Sérgio Meira, o vice-presidente de futebol do Belo, Adir Leme, falou que uma negociação em torno do meia Marcos Aurélio é uma possibilidade muito remota, destacando também que a ausência do atleta nas partidas fez muita falta à equipe. Leme disse também que uma das equipes que demonstrou interesse pelo jogador foi o Sport Recife.

“Não existe possibilidade alguma. Falei com o presidente e, até o momento não houve nada. O Marcos Aurélio está muito firme no Botafogo-PB, tá certo que houve interesse de outros clubes, inclusive do Sport-PE, mas ele está firme sim. Inclusive, é um atleta que fez muita falta ao elenco botafoguense nos dois primeiros jogos da Série C”, disse o vice-presidente de futebol do Belo, Adir Leme.

Portal Correio

O empresário Roberto Santiago, dono dos shoppings Manaíra e Mangabeira, e o ex-prefeito de Cabedelo Leto Viana serão transferidos para presídios de João Pessoa. Santiago está preso no 1º Batalhão de Polícia Militar desde o dia 22 de março. Já Leto está no 5º Batalhão desde abril de 2018. Eles estão envolvidos na Operação Xeque-Mate e devem ser transferidos para o Presídio do Róger ou PB1.

Ambos estão na lista de presos atingidos pela Portaria nº 02/2019, assinada pelo juiz da Justiça Militar do Tribunal de Justiça da Paraíba, Eslú Eloy Filho. Ao todo, cerca de 25 presos civis segregados no 1º e 5º Batalhões da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros serão transferidos para presídios comuns da Capital.

A iniciativa do magistrado determina que os comandantes dessas unidades providenciem a transferência de todos os detentos nessa situação no prazo de 10 dias a contar da publicação da portaria, ocorrida na última sexta-feira (3).

A Secretaria de Administração Penitenciária do Estado também foi comunicada a respeito dessa ação, para que se adote, em tempo hábil e urgente, as medidas necessárias ao atendimento da ordem.

Polícia Militar

Conforme o assessor de imprensa da Polícia Militar, capitão Segundo, os comandantes das duas unidades, que atuam nesta situação específica como diretores dos presídios militares, cumprirão a portaria, após articular com o juiz militar e a Secretaria de Administração Penitenciária a viabilização do seu cumprimento.

Cópias da portaria foram encaminhadas para os comandantes-gerais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, para que sejam publicados boletins de conhecimento geral. Ainda foram enviadas cópias ao Juízo da Vara de Execução Penal da Capital e à Câmara Criminal do Tribunal de Justiça Paraíba.

Para editar o texto da Portaria nº 02/2019, o magistrado levou em consideração o teor do artigo 190, inciso V, da Lei de Organização Judiciária do Estado (Loje) nº 96/2010, e 66, inciso IV, e seguintes, da Lei de Execução Penal nº 1.210/1984, como também a competência do Juízo da Justiça Militar paraibana no âmbito da Execução Penal.

O que dizem as Leis:

Artigo 190. Compete ao juiz de direito de Vara Militar:

I – processar e julgar, singularmente, os crimes militares cometidos contra civis e as ações judiciais contra atos disciplinares;

II – presidir os conselhos de Justiça Militar e relatar, com voto inicial e direto, os processos respectivos;

III – exercer o poder de polícia durante a realização de audiências e sessões de julgamento;

IV – expedir todos os atos necessários ao cumprimento das suas decisões e das decisões dos conselhos da Justiça Militar;

V – exercer o ofício da execução penal em todas as unidades militares estaduais, onde haja preso militar ou civil sob sua guarda provisória ou definitiva;

VI – cumprir carta precatória relativa à matéria de sua competência.

Art. 66. Compete ao Juiz da execução:

I – aplicar aos casos julgados lei posterior que de qualquer modo favorecer o condenado;

II – declarar extinta a punibilidade;

III – decidir sobre:

a) soma ou unificação de penas;

b) progressão ou regressão nos regimes;

c) detração e remição da pena;

d) suspensão condicional da pena;

e) livramento condicional;

f) incidentes da execução.

IV – autorizar saídas temporárias;

V – determinar:

a) a forma de cumprimento da pena restritiva de direitos e fiscalizar sua execução;

b) a conversão da pena restritiva de direitos e de multa em privativa de liberdade;

c) a conversão da pena privativa de liberdade em restritiva de direitos;

d) a aplicação da medida de segurança, bem como a substituição da pena por medida de segurança;

e) a revogação da medida de segurança;

f) a desinternação e o restabelecimento da situação anterior;

g) o cumprimento de pena ou medida de segurança em outra comarca;

h) a remoção do condenado na hipótese prevista no § 1º, do artigo 86, desta Lei.

i) (VETADO); (Incluído pela Lei nº 12.258, de 2010)

VI – zelar pelo correto cumprimento da pena e da medida de segurança;

VII – inspecionar, mensalmente, os estabelecimentos penais, tomando providências para o adequado funcionamento e promovendo, quando for o caso, a apuração de responsabilidade;

VIII – interditar, no todo ou em parte, estabelecimento penal que estiver funcionando em condições inadequadas ou com infringência aos dispositivos desta Lei;

IX – compor e instalar o Conselho da Comunidade.

X – emitir anualmente atestado de pena a cumprir.

(Incluído pela Lei nº 10.713, de 2003)

Portal Correio

O serviço conhecido hoje como Zona Azul dará lugar a um “novo sistema de estacionamento rotativo” em João Pessoa, conforme descreveu a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP). A autarquia anunciou nesta segunda-feira (6) a publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) de sábado (4) do edital de licitação para a contratação da empresa que deverá gerir esse novo sistema.

A Semob-JP disse que a ideia é levar o maior número de informações para o usuário. Por meio da web ou de um aplicativo vai ser possível saber onde há vagas, evitando perda de tempo na procura. O pagamento também poderá ser feito digitalmente. Pelo próprio celular, o usuário vai poder pagar a quantia por meio de transferência ou utilizando os dados de seu cartão.

Quem preferir poderá pagar em totens que serão disponibilizados em estabelecimentos comerciais parceiros. Eles estarão a, no máximo, 80 metros de distância um do outro e aceitarão pagamentos em cartão de crédito ou débito.

Novo formato

Inicialmente, o sistema de estacionamento rotativo permanecerá na região central da Capital. Serão 1.989 vagas já no lançamento. Na segunda etapa, dez meses depois, serão implantadas mais 1.048, levando a um total de 3.037 unidades. Estão previstas vagas para Motocicletas, motonetas e ciclomotor. Uma ampliação futura deverá ser realizada, mas os locais que poderão receber o sistema ainda passarão por estudos que vão garantir a viabilidade.

Outra novidade é a diferenciação das ruas de acordo com o tempo de permanência permitido. Haverá três faixas de horário. Na Zona Vermelha será possível permanecer por uma hora, com possibilidade de renovação online por mais uma hora. Na Zona Azul será possível ficar por duas horas e na Zona Verde por cinco horas. As duas últimas não permitem renovação do horário.

O tempo de funcionamento do serviço também deverá ser estendido. Com a implantação do sistema, as vagas serão monitoradas das 7h às 18h nos dias úteis e das 7h às 16h aos sábados.

A fiscalização acontecerá por meio de agentes em posse de terminais portáteis e veículos que farão leitura automática das placas, um sistema chamado OCR. Os fiscais poderão saber pela placa quem pagou ou não pela vaga e se o tempo de estacionamento ainda é válido.

Edital

As empresas interessadas terão 45 dias para a apresentação de uma proposta, contados a partir da data de lançamento do edital. O processo terá três fases, sendo uma para envio da documentação de habilitação, uma segunda para envio de uma proposta técnica e a última com o encaminhamento de uma proposta de preço da tarifa e do valor de repasse. O edital está disponível no Portal da Transparência da PMJP, no link: https://transparencia.joaopessoa.pb.gov.br/#/licitacoes?id=3192

Portal Correio

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), nesta segunda-feira (06), anunciou o lançamento do edital para os primeiros 43 táxis adaptáveis para pessoas com deficiência física. “Para que, essas pessoas possam ter a oportunidade de fazer uso desse serviço quando for necessário”.

O anúncio foi feito durante a entrega da ampliação do Centro de Referência Municipal e Inclusão da Pessoa com Deficiência (CRMIPD), no Pedro Gondim, que vai atender a 600 usuários. “Quando assumirmos eram apenas sessenta. É um compromisso nosso ter esse tratamento mais humanizado e com essa oportunidade de dar um atendimento qualificado”.

Paraiba.com.br

Não deu nem para respirar direito. O América de Natal começou de maneira avassaladora a edição 2019 da Série D do Campeonato Brasileiro. Jogando contra o Serrano-PB no Estádio Amigão, o Dragão aplicou uma goleada de 6 a 0 diante do adversário que, aparentemente, vai ocupar o papel de “saco de pancadas” nesse Grupo A6 da competição nacional. O principal nome do jogo foi o atacante Max, do Mecão, autor de quatro gols esta tarde. Também anotaram para o time do Rio Grande do Norte Jean Patrick e Hiltinho. O América-RN assume, já na abertura, a liderança da chave e deixa o Serrano-PB em último e com -4 gols de saldo

O Sampaio ficou em campo com dois jogadores a menos desde o primeiro tempo, após as expulsões de Felipe Dias e Bruninho. O Tricolor saiu na frente no primeiro ataque, com Ulisses, enquanto Fábio Alves, de pênalti, empatou ainda no primiero tempo.

Com o empate, o Sampaio chega aos quatro pontos, enquanto o Botafogo-PB chega aos dois pontos. O Tricolor volta a campo na próxima terça, quando encara o Confiança-SE pela pré-Copa do Nordeste, enquanto o Belo joga pela Série C diante do Santa Cruz, no dia 13.

O Campinense garante foi até a Arena Pernambuco, neste domingo, encarar o Vitória-PE e conquistou um importante e merecido triunfo fora de casa. A equipe de Francisco Diá foi amplamente superior ao time pernambucano, mas o ataque rubro-negro ficou devendo. O nigeriano Yérien marcou o gol da vitória da Raposa, mas Erivan e Lopeu desperdiçaram diversas chances, que poderiam ter resultado em gol e elastecido o resultado.

Treze e ABC entraram no campo do Estádio Amigão com o mesmo objetivo: somar três pontos no Grupo A da Série C. O Galo da Borborema entrava mais pressionado, tanto por jogar em casa quanto pelo empate frustrante na estreia contra o Santa Cruz. Dentro de campo, o que se viu foi um duelo bem franco, aberto, com o Alvinegro da Paraíba desperdiçando as melhores chances. No entanto, o Elefante não ficou atrás e também teve oportunidades perdidas, chances claras para sair com a vitória. Após 90 minutos, o empate acabou sendo o mais justo.

 

 

 

ge

O Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, está com inscrições abertas para processo seletivo com vagas de técnico de enfermagem. Os interessados podem se inscrever até a terça-feira (7).

A contratação é no regime pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT. Conforme cita o edital, “os empregados contratados pela CVB/RS não serão, para nenhum efeito, considerados funcionários públicos, não tendo estabilidade ou quaisquer benefícios regidos pela lei 8.112/90, ainda que anteriormente tenham sido contratados pelo Poder Público para o exercício de atividade análoga à que o empregado irá prestar, caso seja contratado.”

Ainda de acordo com o edital, “a contratação do candidato selecionado será feita no regime da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, por um período de experiência, por prazo de 45 (quarenta e cinco) dias, podendo ser estendido por mais 45 (quarenta e cinco dias). Nos 05 (cinco) dias antecedentes ao final deste período, será avaliado o desempenho do empregado em todas as suas atividades laborais por sua chefia imediata e o setor de recursos humanos. Caso não seja recomendada sua permanência, o contrato será extinto a termo.”

Os documentos a serem entregues e todas as outras informações estão disponíveis no edital do processo seletivo do Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena.

Inscrição no processo seletivo do Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena

A seleção terá análise curricular, dinâmica de grupo e entrevista coletiva e entrevistas individuais técnicas, todas de caráter eliminatório e classificatório.

As entrevistas e dinâmicas de grupo serão realizados em data a ser previamente agendada e informada através de número de telefone e e-mail disponibilizado pelo candidato no ato da inscrição.

A lista com o resultado da seleção para técnico em enfermagem será divulgada em ordem decrescente de pontuação, no site do Hospital de Trauma de João Pessoa.

 

Mileide Mihaile está mesmo nas nuvens! A morena ganhou uma linda declaração de amor na noite do último sábado, 4.

Durante o show de seu namorado, Wallas Arrais, ela foi chamada ao palco por ele e escutou umas palavras fofas do músico na apresentação que ocorreu na cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba, durante o evento Forró Fogo.

“Vocês já conhecem a minha mulher? Eu posso mudar a letra da música agora?”, perguntou antes de dar um beijo apaixonado na amada. “Eu te amo meu amor, muito. Você foi a melhor coisa que já aconteceu na minha vida. Obrigado!”, declarou o cantor.

Depois, eles dançaram forró agarradinhos enquanto ele mudava a letra de sua música para: “Eu estou gostando de uma Mileide”.

Os fãs do forrózeiro foram aos gritos ao ver o casalzão junto e apaixonado no palco. No Twitter, os internautas não deixaram de comentar o ocorrido. “Apaixonadíssimos, né?”, disse um. “E o Wallas que fez uma declaração topíssima para a Mileide”, falou outra.

Depois de ser flagrada algumas vezes ao lado de Wallas, a ex mulher de Wesley Safadão confirmou o namoro e revelou que começou no início de abril. Após o anúncio, os dois vem compartilhando vários momentos românticos juntos.

A empresária é mãe de Yhudy Lima com o sertanejo Wesley Safadão com quem ficou casada durante oito anos.

 

 

portaldolitoralpb

Em entrevista ao programa Tambaú Debate, que foi ao ar neste domingo (05), o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, do PSB, falou sobre vários temas entre eles a operação Calvário, que mirou três ex-auxiliares da gestão socialista no Estado. Ricardo destacou que o Estado continua intacto, sem ser lesado por qualquer acusação, que os investimentos em serviços foram comprovados e ainda revelou ser perseguido, mas não pela Operação, e sim por aqueles que acumulam um ódio por aquilo que ele representa. Ele declarou ainda que o tempo é de espetacularização e de pós verdade, onde as pessoas estão sendo julgadas antecipadamente.

A indagação começou sobre as acusações feitas pelo líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba, Raniery Paulino (MDB), que disse que o Estado vive um desmonte na saúde comprovado pela operação. Ricardo então reagiu e detalhou todo o investimento e avanço nos últimos oito anos.

“Primeiro não é um desmonte para o Governo da Paraíba, porque o que foi feito nesse Estado é muito maior do que o deputado pensa, é muito maior do que aquilo que o deputado conseguiu produzir ao longo de toda a sua vida política. Nosso governo é infinitamente melhor do que muitos e muitos governos que passaram por aí. Segundo a minha visão é que Ministério Púbico e Polícia têm que cumprir o seu papel. Eu não entro nesse mérito, muito pelo contrário. Eu fui um dos que lutaram em 1988 nas ruas para dar autonomia ao Ministério Público e essa autonomia só foi conquistada na prática no governo do presidente Lula, não apenas no MP, mas na Polícia Federal, na Polícia Rodoviária Federal, isso tudo foi o presidente Lula e a constituição que moldou tudo isso e eu era um daqueles que propugnava por isso”, ressaltou.

ESPETACULARIZAÇÃO

“Eu acho que o Brasil precisa ter muito cuidado é com a espetacularização. Nós estamos vivendo um tempo de pós verdade. Vale mais aquilo que as massas acham que é, a partir de um processo de manipulação, de sentimentos, do que propriamente a verdade dos fatos, então muitas e muitas vezes você vê as pessoas serem condenadas antecipadamente, com uma junção de mídia, com internet ao lado de vazamentos e ações seletivas, isso é terrível para a democracia”, disse.

RESPEITO PELO DINHEIRO PÚBLICO

“Do ponto de vista pessoal eu não fui candidato em 2018. Não há absolutamente nenhuma acusação correta, séria a respeito daquilo que se paga. Você pagar R$ 12 milhões para o funcionamento de um hospital com 148 leitos, não atendia a ninguém, as pessoas morriam na porta e hoje tem 331 leitos, que é o Trauma, ou seja, é um preço abaixo da média do que se paga para os hospitais de urgência e emergência que se paga pelo país”

E continuou: “Você pagar R$ 8 milhões como é o que se paga para o Hospital Metropolitano, que faz cirurgias que talvez nenhum outro estado público ou privado faça aqui no Nordeste, é um preço extremamente baixo. Até hoje eu não vi nenhuma denúncia sobre aquilo que se paga, ou seja, se um estado não está sendo lesado, aonde é que existe a questão? Se existe alguma questão no Estado não está”

PERSEGUIÇÃO?

“Não na operação. Agora que eu estou sendo perseguido, estou, e sempre soube que seria. Porque eu acredito que quem tenta agradar todo mundo é uma farsa e eu não sou uma farsa. Eu não tento agradar todo mundo, eu sou da forma que sou, defendo meus pontos de vista em qualquer circunstância, seja na oposição ou na situação. Então existe um ódio acumulado muito grande contra aquilo que eu represento, contra o governo que eu comandei e contra a minha pessoa. Mas entre o ódio de pessoas que não têm a estatura para me atingir e a verdade, existe uma diferença enorme. Eu prefiro ficar com a verdade e continuar a combater aquilo que eu sempre fiz na vida. Acho que toda a investigação precisa ser feita sem condenar ninguém antecipadamente, sem fazer espetacularização antecipadamente, porque às vezes uma espetacularização feita de uma busca e apreensão que não dá em nada pode massacrar a vida profissional de uma pessoa para o futuro, isso não é brincadeira”

PRÓXIMO ALVO DA CALVÁRIO

“Não temo ser alvo. Se alguém quiser ir agora eu abriria as portas, meu patrimônio é compatível com minha renda, repito, meu patrimônio é compatível com minha renda. Eu nunca recebi nem recebo nada de absolutamente ninguém. Eu fiz oito anos de governo e eu sei como era para um empresário conseguir um benefício fiscal e sei o que nós fizemos e quando eu soube de algum movimento dentro do Estado que eu era responsável eu tomei providências na hora, então eu fico muito a vontade de falar sobre isso. É claro que você tem um componente político que quem perdeu e foi derrotado tantas e tantas vezes, alguns setores que não tiveram aquilo que queriam, evidentemente criam um clima que é de sepultar, assassinar minha reputação. Mas reputação não é uma coisa construída do nana. Eu tenho uma caminhada. Eu sei de onde eu vi, eu sei o que eu ralei e continuo a saber onde eu quero ir e dentro da minha trajetória não há nada ilícito.

AÇÕES CONTRA FACTÓIDES

“Já entrei com 30 ações. Eu não vou para o meio da rua trocar bala como alguns desqualificados gostariam que fosse, eu não vou fazer isso. Agora eu tenho que acreditar na justiça. Se tem uma acusação você tem que provar. Sei que há toda uma articulação. Uma notícia é falsa é dada, espalhada para tentar atingir a minha reputação”

AUXILIARES ALVOS

“Eu primeiro tenho um afeto pelas pessoas. Eu reconheço nessas três e em outras pessoas um trabalho enorme em prol do Estado, sem ter tempo para dormir e fazendo tudo aquilo que podiam para fazer com que o Estado pudesse chegar a essa situação em que entregamos ao governador eleito João Azevêdo. Segundo eu tenho confiança de que tem muita coisa que foi dita que é falsa. Até hoje eu não sei o que ela confessou, alguém sabe? Eu vi o Ministério Público dizendo que ela confessou, mas não disse oque era, ou seja, há uma nuvem que vai tragando as pessoas e levando as pessoas a acreditarem e condenarem por antecipação. Não vejo problema em investigar, desde que direitos e garantias sejam preservados. No Brasil de hoje não há essa preservação.

Portal do Litoral com PB Agora

Os Usuários de trens urbanos passam a pagar mais caro pela passagem a partir de hoje na grande João Pessoa. A tarifa subiu de R$ 0,50 centavos para R$ 0,70 centavos. O aumento da tarifa de trens, liberado pela Justiça nesta semana, vai acontecer de forma progressiva, de acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), na Grande João Pessoa. Ao final, a tarifa de trens vai sofrer um aumento de 300%, chegando a custar, em março de 2020, R$ 2.

A decisão do aumento progressivo aconteceu após audiência de conciliação realizada na 15ª Vara da Justiça Federal de Minas Gerais. A CBTU informou que há cerca de 15 anos não há alteração nas tarifas de João Pessoa, causando uma defasagem no custo de manutenção do sistema.

A Justiça Federal de Brasília autorizou o aumento da tarifa em João Pessoa, Belo Horizonte, Recife e Natal. O aumento liberado, na capital da Paraíba, era de 100% e foi determinado pela 15ª Vara de Seção Judiciária, mas vai ficar mais cara com o decorrer dos meses.

Calendário de aumento da tarifa de trens

06/05/19: R$ 0,70
07/07/19: R$ 1,00
08/09/19: R$ 1,25
03/11/19: R$ 1,50
06/01/2020: R$ 1,75
08/03/2020: R$ 2,00

Entenda o aumento da tarifa
Na decisão que libera o reajuste, o desembargador federal Carlos Moreira Alves justificou que a CBTU não consegue cobrir nem a metade dos custos de operação com os recursos próprios. O desembargador determinou que a CBTU apresente as justificativas para o aumento da tarifa com os dados que comprovem essa perda inflacionária.

A primeira vez que o reajuste foi definido, em 15 anos, foi em maio de 2018. O valor dobrou e passou a custar R$ 1. De acordo com a CBTU, o reajuste foi necessário para equilibrar os custos e estava baseado em índices inflacionários

Na época, o aumento foi uma decisão do Conselho de Administração da Companhia (Conad), seguindo uma orientação do Ministério do Planejamento. Além de João Pessoa, também sofreram reajustes em maio as tarifas metroferroviárias de Belo Horizonte, Recife, Natal e Maceió, operadas pela CBTU.

Em novembro de 2018, o preço da tarifa de trens da Grande João Pessoa voltou ao valor inicial de R$ 0,50. O novo valor foi imposto após uma decisão divulgada pela Justiça Federal, pela juíza da 15ª Vara Federal Maria Edna Fagundes Veloso, de Minas Gerais, que voltou a suspender o aumento da passagem do metrô em Belo Horizonte e ampliou a medida para quatro capitais do Nordeste, entre elas João Pessoa, Maceió, Natal e Recife.

Paraiba.com.br

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa vai promover, nesta segunda-feira (6), uma ação para incentivar o uso racional de medicamentos. O evento é uma parceria com Conselho Regional de Farmácia da Paraíba (CRF–PB), Sindicato dos Farmacêuticos da Paraíba (SIFEP) e Universidade Federal da Paraíba (UFPB). As atividades serão abertas ao público e acontecerão das 9h às 16h, no Parque da Lagoa.

Durante a ação, farmacêuticos, estudantes do curso de farmácia e residentes multiprofissionais estarão à disposição da população com dinâmicas para esclarecer mitos e verdades sobre o uso de medicamentos e tirando dúvidas sobre as farmácias polo da Rede Municipal de Saúde. Além disso, serão ofertados serviços como verificação de pressão arterial e glicemia e orientação farmacêutica.

A gerente de Políticas de Medicamentos e Assistência Farmacêutica da SMS, Luciane Costa, explica que o uso racional significa utilizar os medicamentos certos na dose certa e individualizada às necessidades de cada pessoa. “O uso inadequado pode acarretar vários danos à saúde. Por exemplo, antibióticos com doses erradas podem levar a resistência bacteriana ou o uso de muitos medicamentos que interagem entre si, podem agravar o quadro do paciente. Então é muito importante procurar a orientação de um farmacêutico”, afirmou.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o uso racional implica na oferta de tratamentos, insumos e tecnologias com base nas melhores práticas terapêuticas e assistenciais, amparadas em evidências científicas seguras, estudos clínicos com resultados confiáveis e que, principalmente, tenham sido avaliados pelas instâncias regulatórias e de fiscalização no País, no caso a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Dia Nacional – O dia 5 de maio é conhecido como o Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos. A data foi criada para alertar sobre as preocupações do Ministério da Saúde em relação ao uso indiscriminado de medicamentos e automedicação, que geram o risco de intoxicação, além destacar sobre a maneira correta de tomar remédios.

Secom-JP