12 voos da Avianca que estavam programados para esta segunda-feira (13) e terça-feira (14) no Aeroporto Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa, foram cancelados. De acordo com o site oficial da Avianca, em todo o Brasil foram programados 406 cancelamentos de viagens.

Os embarques e desembarques no Aeroporto Castro Pinto seriam para os aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, Guarulhos, em São Paulo, e Brasília, no Distrito Federal.

A lista completa de cancelamentos pode ser conferida no site oficial da Avianca.

A companhia aérea Avianca passa por uma recuperação judicial e desde que anunciou um plano de contingenciamento, tem cancelado sistematicamente a maioria de suas decolagens desde o mês de abril.

A lista de terminais com voos cancelados inclui Aracaju (SE), Belém (PA), Campo Grande (MS), Chapecó (SC), Confins (MG), Congonhas (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Foz do Iguaçu (PR), Galeão (RJ), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE), Maceió (AL), Natal (RN), Navegantes (SC), Petrolina (PE), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Santos Dumont (RJ) e Vitória (ES).

Confira os voos afetados em João Pessoa:

13-mai-19 Galeão (RJ) João Pessoa (PB)

13-mai-19 João Pessoa (PB) Galeão (RJ)

13-mai-19 Guarulhos (SP) João Pessoa (PB)

13-mai-19 João Pessoa (PB) Guarulhos (SP)

13-mai-19 Brasília (DF) João Pessoa (PB)

13-mai-19 João Pessoa (PB) Brasília (DF)

14-mai-19 Galeão (RJ) João Pessoa (PB)

4-mai-19 João Pessoa (PB) Galeão (RJ)

14-mai-19 Guarulhos (SP) João Pessoa (PB)

14-mai-19 João Pessoa (PB) Guarulhos (SP)

14-mai-19 Brasília (DF) João Pessoa (PB)

14-mai-19 João Pessoa (PB) Brasília (DF)

Clickpb

Na noite desta segunda-feira os 16 times que se classificaram na fase de grupos da Copa Libertadores conhecerão seus rivais nas oitavas de final do torneio. O sorteio, na sede da Conmebol, no Paraguai, também vai determinar a chave até a final, em Santiago, no dia 23 de novembro. No mesmo evento, que começa às 21h30 (de Brasília) também serão conhecidos os confrontos da segunda fase da Copa Sul-Americana.

As 16 equipes serão divididas em dois grupos: de um lado, as que terminaram em primeiro lugar na fase de grupos; do outro, as que se classificaram em segundo. Os times do pote 1 fazem o jogo de ida como visitante e o jogo de volta como mandante.

Não há nenhuma regra que impeça o confronto entre equipes do mesmo país e nem entre rivais que já se enfrentaram na fase de grupos. Importante: na Libertadores, gol fora de casa vale como critério de desempate.

A grande expectativa em torno do sorteio está na possibilidade de superclássicos já nas oitavas de final. Grêmio e Internacional estão em potes diferentes, assim como Boca Juniors e River Plate, que fizeram a última final, disputada em Madri.

Brasil domina
Dos 10 países que formam a Conmebol, só cinco conseguiram emplacar seus times na fase mata-mata da Libertadores. O Brasil, com seis classificados, é o time com mais representantes nas oitavas de final. Depois aparecem Argentina (quatro), Paraguai (três), Equador (dois) e Uruguai (um). Todos os times de Chile, Colômbia, Venezuela, Peru e Bolívia ficaram pelo caminho.

Quatro brasileiros se classificaram como primeiro colocados em seus grupos. Tal concentração de times do Brasil no pote 1 faz ser de 50% a chance de Grêmio e Athletico-PR (que estão no pote 2) enfrentarem um rival local já nas oitavas de final.

Pelo segundo ano seguido, o Palmeiras fez a melhor campanha geral na fase de grupos. O time de Luiz Felipe Scolari fez os mesmos 15 pontos que o Cruzeiro, mas superou a equipe de Mano Menezes no saldo de gols.

Em seguida aparece o Internacional, com 14 pontos e um dos dois únicos times invictos da competição. Curiosamente, o outro invicto é o River Plate (10 pontos), rival do Inter na fase de grupos: os dois confrontos entre eles terminaram empatados.

Embora tenha feito uma campanha acidentada na primeira fase, com risco de eliminação até a partida final, o Flamengo também terminou em primeiro no grupo e garantiu a vantagem de jogar em casa a partida de volta das oitavas de final.

Se os times brasileiros dominaram, os dois goleadores são argentinos que atuam foram de seu país de origem. Os artilheiros da Libertadores até aqui são Marco Ruben (do Athletico-PR) e Adrián Martínez (do Libertad, do Paraguai), com seis gols. Em seguida, com 5, os já eliminados Ricardo Oliveira (do Atlético-MG) e o chileno Patricio Rubio (do Universidad de Concepción), ambos com cinco gols.

ge

O reajuste da tabela de Imposto de Renda pela inflação,cogitado pelo presidente Jair Bolsonaro neste domingo, elevaria em R$ 76,92 o teto da faixa salarial isenta, para R$ 1.980,90. O cálculo considera a projeção de 4,04% para a inflação oficial, o índice IPCA, dos economistas ouvidos pelo boletim Focus, do Banco Central. Já no caso da faixa sobre a qual incide a maior alíquota, de 27,5%, o piso aumentaria em R$ 188,45, passando a valer para todos que ganham acima de R$ 4.853,13.

Especialistas consideram que correção aventada por Bolsonaro atenuaria a defasagem acumulada pela tabela do IR diante da inflação , que é de 95,46% nos últimos 22 anos, segundo cálculo do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional). Caso a tabela de IR fosse corrigida integralmente desde 1996, os contribuintes que ganham até R$ 3.689,93 por mês seriam isentos do imposto, em vez de um teto de R$ 1.903,98 como há hoje.

“A base de incidência dos impostos evolui naturalmente porque a renda das pessoas sobe todo ano, pelo menos acompanhando a inflação. Pela mesma lógica do aumento da renda, a tabela do IR também deve acompanhar a inflação”, contextualiza Raul Velloso, economista especialista em contas públicas. “Toda correção é melhor do que nenhuma”.

No entanto, a mudança levaria à perda de arrecadação pelo governo, justamente em um momento de fragilidade fiscal. Espera-se que o país registre déficit fiscal pelo menos até 2022, e o governo prepara novo contingenciamento para o fim do mês, depois de ter bloqueado R$ 29,8 bilhões do Orçamento em março.

“Com o reajuste da tabela de IR, o contribuinte passará a pagar menos e, consequentemente, o governo arrecadará menos. O que acredito é que o presidente está confiante que a reforma da Previdência será aprovada este ano. Desta forma, caso assim seja, em 2020 ele terá realmente como fazer estas medidas”, disse o economista Luiz Roberto Cunha, economista e professor da PUC/RJ.

Cunha ressaltou que, caso a reforma não passe e a economia continue em recuperação lenta, a entrada em vigor da correção da tabela de IR pode agravar o quadro fiscal.

Luiz Benedito, diretor do Sindifico Nacional, ponderou, porém, que a renúncia fiscal seria pequena com o reajuste da tabela. Desde 2015 ela não é reajustada. Naquele ano, em mensagem enviada ao Congresso, o Executivo estimou em R$ 6,46 bilhões por ano o impacto fiscal do reajuste, que foi de percentual diferente para cada uma das faixas de arrecadação. Na média, calcula-se que a atualização daquele ano foi de 5,6%.

“Reajustar a tabela pela inflação deste ano certamente teria impacto fiscal menor do que em 2015, dada a magnitude do reajuste . É muito pouco diante dos cerca de R$ 154 bilhões que a Receita arrecadou com IR de pessoas físicas em 2017”, estimou Benedito. “A atualização das faixas pelo menos faria com que a defasagem parasse de crescer”.

Segundo a especialista em contas públicas e professora do Coppead/UFRJ Margarida Gutierrez, a correção coloca o IR em um patamar neutro:

“Os governos anteriores, ao não reajustar a tabela, optaram por aumentar a base impositiva do imposto. Ao querer fazer esse reajuste, o governo sinaliza que não vai buscar aumentar a arrecadação por meio desse tributo”. Agora, ir além da neutralidade seria adotar uma política de menos arrecadação, e não há qualquer espaço fiscal para isso.

Fabio Klein, analista de finanças públicas da da Tendências Consultoria, vê espaço fiscal para a mudança na tabela . Embora pondere que o Brasil não conseguirá um superávit primário antes de 2023, ele não acredita que a medida desequilibre a trajetória fiscal já esperada para o ano que vem.

“É claro que, quanto mais receita você tiver, melhor. Mas se pensarmos em termos de meta para resultado primário e regra do teto de gastos, não há grande risco para que o descumprimento das duas este ano. Além disso, o reajuste da tabela está previsto para o ano que vem, quando, espera-se, a economia deve crescer mais do que em 2019, reduzindo o impacto fiscal da medida”, disse .

IG

A cantora Ludmilla, 24 anos, foi internada na noite de sábado (11) em Cruzeiro, interior de São Paulo, antes de uma apresentação que faria na cidade.

De acordo com a assessoria de imprensa da artista, ela foi socorrida e levada até a Santa Casa local por dores na coluna. Ludmilla passou a noite no hospital e só deixou o local na manhã deste domingo (12).

Horas antes do comunicado, a dona dos hits ‘Din Din Din’ e ‘Cheguei’ compartilhou vídeos na plataforma Stories do Instagram jogando tênis. Apesar de citar o problema na coluna, a assessoria não especificou o que teria sido diagnosticado pelos médicos.

Por causa da internação, tanto o show de Cruzeiro quanto outro, em Lorena, também no interior de São Paulo e marcado para a mesa noite, foram cancelados. A cantora afirmou que não fará sua participação no reality Show dos Famosos, do Domingão do Faustão (TV Globo), por orientação médica.

“Ludmilla lamenta não poder fazer os shows e estar com seus fãs e todo o público que estaria presente, mas por orientações médicas e por não ter condições físicas neste momento, infelizmente, foi necessário o cancelamento”, diz a nota.

A equipe da artista irá tratar com os contratantes possíveis remarcações de shows ou ressarcimentos ao público que comprou entradas para as suas apresentações.

https://www.instagram.com/p/BxXgEDbA8Ie/?utm_source=ig_embed

 

 

Metro Jornal

O Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP) inicia esta semana, com 59 novas oportunidades de empregos, no período de 13 a 17 de maio. Há vagas para todos os níveis de escolaridades, e também para pessoas com ou sem experiência.

Confira as vagas oferecidas

O cargo que oferece mais oportunidade é o de vendedor pracista com 14 vagas, exigindo Ensino Médio completo e seis meses de experiência comprovado na Carteira de Trabalho.

Também estará sendo oferecida oportunidades para farmacêutico, pintor automotivo, web designer, entre outros.

O Sine-JP funciona na Avenida Cardoso Vieira, 85, Varadouro, e atende das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. O trabalhador deve apresentar RG, CPF e Carteira de Trabalho. Para concorrer às oportunidades em que o empregador exige apenas o currículo, o interessado deve enviá-lo para o endereço sinejp.imo@joaopessoa.pb.gov.br .

Contato

As empresas que tenham interesse em anunciar vagas de empregos devem enviar seus dados e as exigências das funções para o e-mail sinejp.imo@joaopessoa.pb.gov.br. Os telefones para contato do setor de captação de vagas são: 3214-1712; 3214-3214 ou 3214-1809. O serviço é gratuito.

clickpb

O mundo está cada vez mais tecnológico. As máquinas estão por todos os lados, facilitando antigos trabalhos e criando novas profissões. Um cenário que também impõe um desafio a sociedade, que se vê num caminho sem volta de ter que acompanhar essa inovação. Em João Pessoa o estímulo a tecnologia acontece pela robótica, ensinada em 100% das escolas da Rede Municipal – os resultados positivos junto as crianças e os adolescentes comprovam que a Capital caminha na direção certa.

Em julho deste ano, João Pessoa será o Brasil no Campeonato Mundial de Robótica, que acontecerá em Sidney, na Austrália. A equipe formada por quatro alunos com idades entre 14 e 16 anos, das Escolas Municipais Duque de Caxias e Aníbal Moura, ganhou esse direito depois de sair vitoriosa do Campeonato Latino-americano de Robótica, disputado em Curitiba (PR). O evento será uma grande experiência de vida para os adolescentes e uma oportunidade para o mundo conhecer o potencial da robótica ensinada na Capital da Paraíba.

“A robótica proporciona uma transformação muito grande na vida dos alunos”, disse Sineide Andrade, que coordena a robótica na Rede Municipal de Ensino. O projeto funciona desde 2009, mas só na atual gestão atingiu 100% das escolas e recebeu investimento de meio milhão para aquisição de kits de robótica educacional, com sistema que proporciona um melhor desempenho em campeonatos, como também promove o estudo de temas relacionados à cidadania e ao desenvolvimento sustentável.

“Hoje em dia a tecnologia está em todo lugar e o projeto acaba sendo uma oportunidade de inserir os alunos nesse processo. Temos resultados muito satisfatórios, tanto em campeonatos como no aprendizado em sala de aula, com alunos se destacando, evoluindo também em outras disciplinas e em questão de comportamento”, ressalta Sineide Andrade.

A preparação para o Campeonato Mundial acontece na Escola Municipal Duque de Caxias, no bairro Costa e Silva, com encontros diários em dois turnos: à tarde é para acertar todos os detalhes do ‘Homem de Ferro’, nome do projeto que será apresentado na competição. Já durante à noite, os encontros são no Centro de Línguas Estrangeiras (Celest), da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), com objetivo de aprender o idioma inglês para apresentação no campeonato. A prefeitura também vai cobrir todos os custos da equipe com a viagem e estadia na Austrália.

Faltando dois meses para a competição, Williams Mendes dos Santos, que estuda robótica há quatro anos, diz que está confiante no potencial da equipe no mundial, mas a visão sobre a robótica é para a vida. “Nunca passou pela minha cabeça viajar para fora do Brasil para competir, vai ser uma experiência única pra mim. Eu também quero muito seguir carreira na área de eletrônica, programação”, afirmou.

Os passos do Williams na Austrália serão acompanhados de longe pela sua mãe, Joseane dos Santos, porque, de perto, ela é uma das principais incentivadoras. Acompanhando a preparação da equipe, ela fala com orgulho sobre a evolução do filho depois que entrou na robótica. “A parte da interação, ele era muito calado. Dentro de casa também vejo muitos avanços. Também estou feliz porque ele sempre quis participar da robótica e está conseguindo realizar todos os seus objetivos”, declarou a mãe orgulhosa.

Além de Williams, a equipe de João Pessoa que vai representar o Brasil no Campeonato Mundial de Robótica conta com Henrique Luiz da Silva Barbosa, Thalysson Alexandre da Silva e Stephanny Almeida Barrosa, além de Tiago Santos como monitor. “A gente percebe a evolução dos meninos, a visão de mundo no contexto onde estão inseridos. Acho que a robótica vai além da sala de aula, é algo que transforma vidas”, disse Tiago Santos.
Secom JP