Vitos Moda Masculina OK

Vito’s Moda Masculina

Galeria de Fotos

INFORMAÇÕES:

  • Av. Josefa Taveira
  • (Ao Lado da Florita)

Horário de Funcionamento

  • De Segunda à Sábado das 08:00 - 18:00
  • Domingo das 08:00 - 12:00

Serviços

  • Roupa Plus Size Masculina

aceitamos os cartões

Localização

COMPARTILHE ESSA PAGINA

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

A secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) inscreve até a próxima quarta-feira (22) para 3.600 vagas em oito cursos gratuitos. Os alunos concluintes terão seu nome inserido no projeto Banco de Oportunidades. As inscrições são realizadas no site da PMJP, por meio do link: https://midi.as/CursoSecitec. A PMJP é a única instituição pública credenciada pela Cisco Networking Academy, na Paraíba, que certifica quatro dos oito cursos ofertados.

Este é o segundo ciclo de formações da Secitec, no ano, cujo objetivo é preparar os alunos para ocupar os espaços que precisam de mão de obra especializada na cidade. “Temos um mercado de trabalho sedento por profissionais capacitados, principalmente no ramo de tecnologia. Nossa meta é fazer os nossos alunos ocuparem essas arestas do mercado, gerando desenvolvimento e renda para suas famílias”, explica o secretário da Secitec, Durval Ferreira. No primeiro ciclo do ano, a Secitec formou cerca de 900 alunos.

Os interessados podem se inscrever em mais de uma opção de curso por ciclo. São elas: Introdução à gestão e gerenciamento de projetos (400 vagas), Introdução ao marketing digital (400 vagas), Introdução ao design com photoshop (400 vagas) e Introdução ao design com corel draw (400 vagas).

Já os cursos oferecidos em parceria com a Cisco Networking Academy são: Introduction to cybersecurity (Introdução à segurança da informação, com 500 vagas), Entrepreneurship (empreendedorismo, com 500 vagas), Get Connected (Conecte-se, com 500 vagas) e Introdução à internet das coisas (500 vagas).

Os alunos concluintes receberão certificados e serão inscritos no Banco de Oportunidades. Suas informações estarão disponíveis para empresas parceiras do ramo de tecnologia, como as que participam do Polo Extremo Oriental das Américas (Extremotec). “Criamos uma rede de empregabilidade com o Banco de Oportunidades e o Extremotec, assim facilitamos o fluxo de trabalho entre as empresas e a mão de obra capacitada”, destaca Durval Ferreira.

http://www.joaopessoa.pb.gov.br

De acordo com o Guia alimentar para a população brasileira, os queijos que fazem parte de uma alimentação saudável são compostos por leite, sal e micro-organismos usados para fermentar o leite, como fermento lácteo e coalho. E para saber o tipo mais adequado, o ideal é consultar a tabela nutricional e a lista de ingredientes. O melhor é escolher os que, além de menos calóricos, têm menores teores de gordura e de sódio e que sejam preparados sem corantes, saborizantes ou outros ingredientes.

As dicas são da nutricionista da ACT Promoção da Saúde, Mariana Claudino. “Geralmente, quanto mais brancos, mais saudáveis e menos gordurosos os queijos são, por conterem maior quantidade de cálcio e de proteína. O queijo cottage, a ricota, o queijo minas e a muçarela de búfala são bons exemplos. Eles têm menos corantes, são ricos em proteína e pobres em gorduras”, acrescenta.

Mariana destaca que os queijos amarelos, em geral, contêm uma quantidade maior de gordura saturada, de colesterol e de sódio, e podem contribuir para o surgimento de problemas como pressão alta e doenças cardiovasculares. “No entanto, há queijos que, apesar de não serem propriamente amarelos, como o brie, o gouda ou o gorgonzola, são ricos em gordura, calorias e colesterol”, alerta.

Queijos processados
O queijo faz parte do grupo de alimentos processados, feitos pela soma de um alimento in natura ou minimamente processado (no caso o leite) com um ingrediente culinário (o sal). Exatamente por receberem a adição industrial de ingredientes (às vezes em quantidades muito superiores às usadas em preparações culinárias), eles não têm o perfil nutricional tão balanceado.

“Todos os queijos feitos somente com leite, sal e fermento entram no grupo dos processados e podem ser consumidos em pequenas quantidades, preferencialmente acompanhando e não substituindo refeições baseadas em alimentos in natura ou minimamente processados”, recomenda a nutricionista Maria Laura da Costa Louzada, pesquisadora do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde e professora adjunta da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Coma com moderação
Queijos são ricos em proteínas, vitamina A e cálcio. Entretanto, além do conteúdo elevado de gorduras saturadas próprio do leite, são produtos com alta densidade de energia (em função da perda de água durante o processamento) e com alta concentração de sódio (devido à adição de sal). “Exemplos de bons usos do queijo são na finalização do macarrão e de outras massas ou como cobertura para gratinar um escondidinho”, sugere Maria Laura.

Queijos ultraprocessados
Segundo o manual Alimentação Cardioprotetora, do Ministério da Saúde em parceria com o Hospital do Coração, os queijos ultraprocessados, que têm em sua composição diversos aditivos químicos, como acidulantes, estabilizantes e conservantes, são do grupo vermelho. Portanto, o ideal é evita-los.

Dieta Cardioprotetora: confira os alimentos de cada grupo (verde, amarelo, azul e vermelho)

O grupo de alimentos ultraprocessados está associado a uma piora da qualidade nutricional da alimentação e maior risco de ocorrência de doenças crônicas como obesidade, hipertensão e doenças cardiovasculares.

Pela quantidade de aditivos (destacados em vermelho), os queijos processados UHT diferem muito dos queijos mais saudáveis, que devem ter apenas leite, fermento e sal. “Esses queijos têm muitos conservantes para poder ter uma vida longa fora da geladeira, até meses nas prateleiras do mercado. Além disso, até mesmo os light têm uma grande concentração de sódio, que causa uma retenção hídrica no corpo, provocando inchaço e até mesmo aumento de peso”, explica Mariana. Exemplos de queijos ultraprocessados incluem o cheddar e o catupiry.

http://portalms.saude.gov.br/

Moradores do bairro dos Bancários, em João Pessoa, inconformados com uma cratera no meio da rua, resolveram fazer um protesto inusitado. Nesta semana, os moradores da rua Desembargador Aurélio Moreno de Albuquerque, instalaram um espantalho para sinalizar o buraco.

Uma camiseta e um capacete foram pendurados em uma estaca com a placa: “proibido pescar”. Após as chuvas, o buraco fica cheio de água, enganando os motoristas em relação à sua profundidade.

Segundo informações, o buraco já existe há algum tempo, mas recentemente aumentou. Aberto justamente no meio da rua, o buraco dificulta a passagem de veículos, já que ocupa praticamente toda uma via.

clickpb

O documentário “As Cores da Serpente” entra, nesta quinta-feira (16), na programação do Cine Banguê, na Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). A produção da Angola/Brasil tem direção de Juca Badaró e traz um registro afetivo sobre a história do Coletivo Murais da Leba, a maior intervenção de grafite da África, procurando entender as motivações dos artistas participantes. A programação completa está disponível na página www.funesc.pb.gov.br.

Já a produção ‘Inferninho’, que teve pré-estreia na quinta-feira passada, passa a fazer parte da programação. Além das duas estreias, quatro longas da semana anterior permanecem em cartaz: ‘Mormaço’, ‘O Último Trago’, ‘Los silencios’ e ‘Fevereiros’. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

As Cores da Serpente é gravado na Serra da Leba, composta pela província de Huila e Namibe, tem um histórico de 30 anos vividos em guerra. Buscando se relacionar com sua tradição e ancestralidade, um grupo de artistas angolanos busca pintar os mais de seis mil metros quadrados dos paredões que envolvem a região. A classificação indicativa é 12 anos e o documentário tem duração de 1h11min.

A outra estreia, ‘Inferninho’ é uma produção brasileira de 2018 com 1h22min de duração. O drama dirigido por Guto Parente e Pedro Diógenes conta a história de Deusimar, a dona do Inferninho, bar que é um refúgio de sonhos e fantasias.

Ela quer deixar tudo para trás e ir embora para um lugar distante. Jarbas, o marinheiro que acaba de chegar, sonha em ancorar e fincar raízes. O amor que nasce entre os dois vai transformar por completo o cotidiano do bar. No elenco estão Yuri Yamamoto, Demick Lopes, Samya de Lavor, Rafael Martins, Tatiana Amorim, Paulo Ess, Galba Nogueira, Pedro Domingues, Gustavo Lopes.

Filmes que continuam em cartaz
Também documentário, ‘Fevereiros’ destaca Maria Bethânia. Esse filme foi responsável por registrar a vitória da escola de samba carioca Estação Primeira de Mangueira em 2016, que teve um enredo homenageando a cantora baiana. Além de filmar a escola e os preparativos do barracão, a produção ainda acompanhou a cantora nas festas da Nossa Senhora da Purificação, na Bahia.

‘Los silencios’ é uma produção entre Brasil, Colômbia e França. Esse trabalho foi um dos destaques do Festival Sesc Melhores Filmes, em São Paulo. A sinopse é a seguinte: Amparo (Marleyda Soto) é mãe de dois filhos pequenos e está fugindo dos conflitos armados da Colômbia.

Na tríplice fronteira do país com o Peru e o Brasil, ela e os meninos se abrigam em uma pequena ilha com casas de palafita no Rio Amazonas. No local, eles encontram o pai (Enrique Diaz), que supostamente estava morto.

Já o filme brasileiro ‘Mormaço’ é uma ficção dirigida por Marina Meliande. A produção é ambientada no Rio de Janeiro, no ano de 2016. O verão mais quente da história. A cidade está se preparando para os Jogos Olímpicos. Ana, uma defensora pública de 32 anos, trabalha na defesa de uma comunidade ameaçada de remoção pelas obras do Parque Olímpico.

Enquanto isso, misteriosas manchas roxas, similares a fungos, aparecem em seu corpo. Coisas estranhas começam a acontecer na cidade e no corpo de Ana. A temperatura sobe, criando uma atmosfera úmida e sufocante. O mormaço acumula, abrindo caminho para uma forte chuva. No elenco estão Marina Provenzzano, Pedro Gracindo, Diego de Abreu, Analu Prestes, Igor Angelkorte, Sandra Souza, Jéssica Barbosa.

‘O Último Trago’ é um drama brasileiro dirigido por Luiz Pretti, Pedro Diógenes e Ricardo Pretti. O filme mostra uma mulher resgatada à beira da estrada incorpora o espírito de uma guerreira indígena desencadeando uma série de eventos que atravessam os tempos e os espaços. Do sertão nordestino ao litoral, séculos de lutas de dominação e resistência.

portal correio

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, assume hoje (16) interinamente a Presidência da República e fica no cargo até a manhã desta sexta-feira (17), quando o presidente Jair Bolsonaro retorna de sua viagem aos Estados Unidos.

É a primeira vez que o deputado fica no cargo após a posse do presidente Jair Bolsonaro.

Ao embarcar para os Estados Unidos na terça-feira (14), Bolsonaro passou o comando do país para o vice-presidente, Hamilton Mourão. Nesta tarde, Mourão também viajou, para a China e, assim, o presidente da Câmara assume o Executivo federal.

China
Na China, o vice-presidente brasileiro participa da quinta edição da reunião da Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (Cosban), no dia 23 de maio, em Pequim. A Cosban é uma instância de cooperação e diálogo regular entre Brasil e China. As reuniões não ocorrem desde 2015. No Brasil, a missão é presidida pelo vice-presidente da República.

Ele também será recebido pelo presidente chinês Xi Jinping, na sexta-feira (24), e terá encontros com empresários.

Antes de desembarcar na China, Mourão fará uma escala no Líbano, onde será recebido pelo presidente Michel Aoun amanhã (17). No sábado (18) pela manhã, o vice-presidente visita a força naval brasileira que atua na missão de paz das Nações Unidas no país.

O vice-presidente deixa a China na noite de sexta-feira (24) e, antes de retornar ao Brasil, faz uma parada em Florença, na Itália, onde visita um memorial da participação brasileira na Segunda Guerra Mundial. O retorno de Mourão ao Brasil está previsto para domingo (26).

Agencia Brasil

Pela primeira vez na história do futebol feminino brasileiro, a convocação para a Copa do Mundo foi um evento. Diferente de 2015, por exemplo, quando a lista foi divulgada apenas no site oficial, o anúncio do técnico Vadão reuniu dezenas de jornalistas na sede da CBF na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. E não houve surpresas, apesar do momento ruim que vive a Seleção (nove derrotas nos últimos nove jogos): vão disputar o Mundial na França Marta, Formiga, Bárbara, Cristiane e cia.

Ao todo, 23 jogadoras foram convocadas (veja a relação completa no fim da matéria). A lista, no entanto, pode sofrer alterações até o dia 26, data limite para substituições em função de cortes por lesão.

– Nosso otimismo está na cabeça de cada um de nós, de cada uma das meninas. Nossa expectativa é altamente positiva, temos atletas de qualidade ímpar. Hoje se fala muito de plano tático, que é imprescindível. Temos atletas que podem resolver problemas com jogadas individuais, coisa que pouca gente tem. Nós temos esse privilégio. Estamos otimistas de fazer uma grande campanha e buscar esse almejado título mundial. Saímos mais preparados. Os amistosos estão no passado, o presente é o que vale – disse Vadão em coletiva.

O treinador também aproveitou para exaltar nomes importantes da seleção brasileira e da história do futebol feminino no país. Caso da volante Formiga, do Paris Saint-Germain, que vai disputar sua sétima Copa do Mundo – algo sem precedente na história.

– Fiz um esforço muito grande para a Formiga voltar, pois ela tinha se despedido, e eu fiz um pedido a ela que nos ajudasse na Copa América. Ela atendeu nosso pedido e o apelo da CBF e voltou. É um dos maiores exemplos que temos no mundo, ela não é desse planeta. Tem 41 anos e renovou com o PSG. É uma grande referência e não podia ficar fora de um projeto desse, com tanto esforço e dedicação.

G1