5 razões para os idosos não deixarem de tomar a vacina contra a gripe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Já falamos sobre o assunto neste espaço e você já deve ter visto a campanha nacional de vacinação, mas, como geriatra, não posso me furtar a reforçar o coro em prol da imunização contra a gripe. Entre os idosos, quanto antes se tomar a dose, melhor. Isso porque demoram pelo menos quatro semanas para o imunizante fazer seu devido efeito. E é preciso estar vacinado quando a temperatura baixar e o vírus influenza circular com maior intensidade.

Ano após ano é preciso revisitar esse tema, reforçando a importância de crianças, gestantes, doentes crônicos e, claro, idosos aderirem à vacinação. Ano após ano mudam os vírus circulantes. Ano após ano resistem mitos e informações equivocadas sobre a vacina da gripe.

No caso do público mais velho, ainda há uma noção, totalmente errônea, de que a vacina pode causar um tipo de gripe. É uma baita inverdade: o imunizante é feito com vírus inativado, incapaz de desencadear doença.

Ser vacinado, pelo contrário, é a principal maneira de inibir a manifestação da gripe, bem como suas complicações e inclusive o risco de morte.

saude.abril