Previous
Next
Previous
Next

‘A Praça é Nossa’ presta homenagens a Gugu e Rapadura nesta quinta

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O programa “A Praça É Nossa”, humorístico do SBT, vai prestar uma homenagem nesta quinta-feira (28) a Gugu Liberato e ao comediante Rapadura, ambos falecidos recentemente, reexibindo quadros dos quais os dois participaram.

A atração vai mostrar dois momentos de Gugu. Um deles será com o personagem “Bronco”, de Ronald Golias, em 1999, e outro com Scheila Carvalho, ex-dançarina do É o Tchan, no ano de 2002. Já a homenagem ao comediante será a exibição do quadro “Patrulha Maluca”, de 2006, do qual Rapadura fazia parte.

“Ia falar algumas coisas ao final do programa sobre o Gugu, só que perdemos um companheiro aqui da Praça, que durante muitos anos abria o nosso programa. E a minha cabeça pirou”, disse Carlos Alberto de Nóbrega, ao término do programa.

“Então, eu não tenho condições de fazer uma homenagem e falar alguma coisa, a não ser pedir a Deus que dê muita luz à alma de vocês. Hoje não tem graça, não tem abraço, não tem final. Porque eu também não tenho cabeça”, completou o apresentador, que estava bastante emocionado.

O humorista Charles Guttenberg, conhecido como Rapadura, morreu na última terça (26) em Jundiaí, no interior paulista. Ele estava internado na UTI em um hospital da cidade e teve complicações após a realização de duas cirurgias.

No SBT, o comediante fez parte de programas como “A Praça é Nossa”, “Programa do Ratinho” e “Dedé e o Comando Maluco”, sempre atuando em conjunto com nomes como Dedé, Durão, Bananinha, Batatinha e muitos outros.

O velório de Charles foi aberto ao público e aconteceu nesta quarta (27), no Velório Municipal Adamastor Fernandes, em Jundiaí (SP.) Ele foi enterrado no Cemitério Municipal Nossa Senhora do Monte Negro no final da tarde.

Já o corpo de Gugu Liberato, que morreu na semana passada em Orlando, nos Estados Unidos, chegou nesta quinta (28) a São Paulo e, por volta do meio-dia, começou a ser velado na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

Logo no início da cerimônia passaram pelo local para prestar homenagens o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o apresentador da Record Luiz Bacci, o comandante Hamilton, que trabalhou com Gugu por muitos anos, além dos irmãos Kiko e Leandro, do grupo KLB.

A cerimônia, aberta ao público, deve seguir até a manhã de sexta (29). Depois, Gugu será levado em carro de bombeiros para o cemitério Gethsêmani, no Morumbi, onde será sepultado no jazigo da família.

O apresentador tinha 60 anos e teve a morte confirmada no dia 22 de novembro, após passar dois dias internado. Ele sofreu um acidente doméstico e caiu de uma altura de quatro metros quando fazia um reparo no ar-condicionado do sótão da casa.

Após a queda, os médicos constaram que o apresentador não apresentava mais atividade cerebral. A nota de falecimento não especificou a data exata da morte. Os familiares autorizaram a doação de todos os seus órgãos, o que deve beneficiar até 50 pessoas.

Gugu deixou a mulher, Rose Miriam, e três filhos: João Augusto, 18, e as gêmeas Marina e Sofia, de 15.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)