Belo visita o Operário-MS e Raposa recebe o Bota carioca na estreia da Copa do Brasil 2019

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Botafogo e Campinense já sabem quem vão enfrentar na Copa do Brasil 2019. Em sorteio realizado nesta quinta-feira (13), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), ficou definido que o Belo vai até Campo Grande enfrentar o Operário-MS, enquanto que a Raposa receberá Botafogo-RJ, no Amigão, em Campina Grande. Vale lembrar que nas duas primeiras fases da competição os classificados serão definidos em jogo único, com as equipes de menor ranking jogando em casa.

A CBF ainda não confirmou as datas das partidas, mas pelo chaveamento definido no sorteio, Botafogo e Campinense já sabem quem poderão enfrentar numa eventual segunda fase. Se passar pelo Operário-MS, o Belo encara o vencedor do confronto entre Tombense-MG e Sport-PE, com a partida realizada novamente fora de João Pessoa. A Raposa, por sua vez, pega quem avançar do confronto entre Ypiranga-AP e Cuiabá-MT.

O adversário do Botafogo é o atual campeão sul-mato-grossense e, para 2019, contará com a presença do experiente zagueiro paraibano Fábio Bilica. Fez uma campanha no Estadual com 14 pontos em oito jogos e nas fases de mata-mata perdeu apenas no primeiro jogo da final para o Corumbaense por 1 a 0, mas devolveu o placar no jogo de volta e garantiu o título. O Galo do Mato Grosso do Sul vai disputar a Copa do Brasil pela décima vez e a sua melhor campanha foi em 1990, quando chegou às oitavas de final, sendo eliminado pelo Goiás.

“Adversário difícil, principalmente pela logística. Mas, se considerarmos os outros clubes que estavam dentre as possibilidades no sorteio, acho que foi bom para o Botafogo. Nesta fase, a preocupação era principalmente a logística com a viagem e o deslocamento. Os clubes possuem estrutura e condições parecidas com as do Belo”, disse Sérgio Meira, presidente do Botafogo-PB.

Depois do Flamengo na Copa do Brasil de 2013, o Campinense volta a enfrentar um time carioca no Amigão. A melhor campanha do Botafogo-RJ na competição foi em 1999 quando foi vice-campeão, perdendo o título para o Juventude-RS por 2 a 0. Na Copa do Brasil do ano passado, o Fogão não teve sorte, sendo eliminado pelo Aparecidense-GO logo na estreia. O time carioca já enfrentou a Raposa duas vezes na história, ambas com empates em 0 a 0.

“Foi muito bom para nós. O Botafogo é um time que tem torcida expressiva em todo o país. Estávamos torcendo que caísse Vasco ou Corinthians, mas como o Botafogo é grande e tem torcida, sabemos que dará uma boa renda, pois na região de Campina Grande e João Pessoa tem muitos torcedores que com certeza virão acompanhar o jogo. Acredito que foi bom para o Campinense. Levamos sorte e fiquei muito satisfeito por ser o Botafogo”, frisou Antonino Macedo, presidente do Campinense.

Jornal CORREIO