Bolsonaro faz flexão e treina tiro em visita à Polícia Federal

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) visitou na manhã desta quarta-feira (12) o Comando de Operações Táticas (COT) da Polícia Federal (PF), localizado em Brasília.

Bolsonaro chegou à sede do COT, considerada a unidade de elite da Polícia Federal, por volta das 8h30. O presidente eleito posou para fotos com integrantes do COT e foi filmado por sua assessoria ao fazer flexão junto com os policiais.

O deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito, publicou no Instagram um vídeo no qual Jair Bolsonaro pratica tiro no COT.

Depois da visita ao COT, Bolsonaro se reuniu com a bancada do DEM, na sede do gabinete de transição, no Centro Cultural do Banco do Brasil, em Brasília. O presidente do partido, Antonio Carlos Magalhaes Neto, disse que a tendência do DEM é entrar na base de apoio ao governoBolsonaro no Congresso Nacional em 2019.

Em seguida, Bolsonaro almoçou com colegas de turma da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) e foi a uma igreja batista. A igreja promoveu o Encontro de Oração pelo Novo Governo do Brasil. O presidente eleito recebeu uma placa com as palavras “Deus, Família, Brasil”.

Bolsonaro ainda se recupera da facada no abdômen recebida durante a campanha eleitoral. Ele utiliza uma bolsa colostomia e tem previsão de ir a São Paulo nesta quinta-feira (13) para novos exames médicos. Terá de fazer uma nova cirurgia para retirar a bolsa.

O presidente eleito está na capital federal desde segunda-feira (10), quando recebeu o diploma do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que confirmou o resultado da eleição e o habilitou a tomar posse em 1 de janeiro de 2019.

Bolsonaro aproveitou a passagem por Brasília para se reunir com comandantes da Polícia Militar na terça.

Em outras viagens à capital, o presidente teve reuniões com os comandantes das Forças Armadas. Bolsonaro é capitão reformado do Exército e deputado federal desde 1991.

Partidos

Bolsonaro retomou nesta semana as negociações com as bancadas de partidos no Congresso Nacional. Ele recebeu na semana passada as bancadas do MDB, PR, PRB e PSDB.

Na terça (11), ele esteve com deputados do PSD e Podemos. A agenda do presidente eleito prevê audiências nesta quarta com as bancadas do DEM, PP, PROS e PSL (partido de Bolsonaro).

Os encontros ocorrerão no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do gabinete de transição. Bolsonaro também receberá o governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

Até o momento, dos partidos que se reuniram com Bolsonaro, apenas o PR declarou apoio formal ao futuro governo na Câmara dos Deputados.

G1