Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Clube do Choro da Paraíba retorna ao palco do Sabadinho Bom

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Um dos grupos pioneiros do Sabadinho Bom, o Clube do Choro da Paraíba, retorna ao palco do projeto neste sábado (14), às 12h30, na Praça Rio Branco, Centro Histórico da Capital. No repertório da apresentação, eles tocam e cantam os clássicos do chorinho, com estilos diferenciados, como o “samba chorado”.

Na lista estão 16 canções de nomes como: Pixinguinha (Carinhoso), Tom Jobim (Falando de amor), Chorando baixinho (Abel Ferreira), Súplica cearense (Gordurinha), Noites Cariocas (Jacob do Bandolin), Pedacinho do céu (Waldir Azevedo), Na glória (Garoto), Odeon (Ernesto Nazareth), Naquela mesa (Sérgio Bittencurt), entre outros.

O Clube do Choro da Paraíba surgiu em 1985. É formado por Eunice Dias (vocal e afoxé), José Fernandes (violão e vocal), Jonathan (flauta e saxofone), China (violão), Masinho (cavaquinho), Barroso (percussão e vocal) e Regivaldo (vocal e pandeiro).

Sabadinho Bom – É um dos projetos culturais que mais se adaptou ao ambiente central da Capital, pelo fato de acontecer em um horário alternativo e atrair grande número de apreciadores do choro. Para esta nova fase, o Sabadinho Bom inova, trazendo uma vez por mês nomes nacionais. A programação geral inclui shows todos os finais de semana. Hoje, ele integra a programação do AnimaCentro.

Choro – Surgido por volta de 1870, no Rio de Janeiro, o choro inicialmente não se caracterizou como estilo musical. Mas, pela forma abrasileirada com que músicos da época tocavam ritmos estrangeiros como a polca, o tango e a valsa, caiu no gosto popular. Os músicos utilizavam, entre outros instrumentos, o violão, flauta, cavaquinho, bandolim e clarinete, que dão à música um aspecto sentimental, melancólico e choroso. O termo choro passa, então, a denominar o estilo influenciado por ritmos africanos, como o batuque e o lundu.

SERVIÇO:
SABADINHO BOM
Atração: Clube do Choro da Paraíba
Sábado (14)
Hora: 12h30
Local: Praça Rio Branco – Centro Histórico
Classificação Livre

Secom\JP