‘É um circo montado e eu estou aqui de gaiato’, diz genro acusado de mandar matar empresário

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Nesta quinta-feira (07), Antônio Cícero, foi preso acusado de mandar matar o próprio sogro, o empresário Arnóbio Ferreira, de 77 anos, para ficar com a sua herança. Em sua defesa, ele afirmou, durante coletiva de imprensa realizada na Central de Polícia, ele garantiu que não tinha participação no assassinato do idoso.

“Não tenho participação nenhuma, isso é um circo montado e vai ser desfeito. Eu prefiro me resguardar, estou aqui de gaiato, isso está errado”, declarou em entrevista concedida ao Sistema Arapuan de Comunicação. O advogado do acusado contou que ainda não teve acesso aos autos do processo e, por isso, preferiu não dar declarações.

 

Paraiba.com