• (83)98801-4603
  • contato@portalmangabeira.com.br

Municípios da PB se unem para resolver problema do lixo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Alguns Municípios da Paraíba estão trabalhando formas para resolver o problema do descarte de resíduos sólidos. Segundo levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), metade da Paraíba joga lixo in natura a céu aberto e os gestores devem encontrar soluções para proteger o meio ambiente e orientar a população.

Alagoa Nova, Arara, Algodão de Jandaíra, Barra de Santa Rosa, Esperança, Matinhas, Remígio e São Sebastião de Lagoa de Roça integram o Consórcio de Resíduos Sólidos da Borborema, com a finalidade de criar um aterro sanitário regional e acabar com os lixões.

Lixo
Gestores dos Municípios que integram Consórcio de Resíduos Sólidos da Borborema se reuniram para tratar sobre o assunto (Foto: Divulgação)
O prefeito de Alagoa Nova e presidente do consórcio, Aquino Leite, recebeu nesta sexta-feira (8) representantes e gestores de municípios consorciados para tratar sobre o tema. Foram discutidos: apresentação das áreas visitadas; solicitação de vistoria técnica da Sudema; valores da área indicada; abertura de crédito especial no exercício de 2019; e questões administrativas.

Segundo o que foi exposto, a sugestão é que áreas visitadas na Zona Rural de Remígio sejam analisadas para que se tornem espaço para fazer o depósito de lixo dos municípios do consórcio.

Uma das ideias é que, dentro dos municípios, seja feita a seletividade dos resíduos sólidos, o que seria uma espécie de “usina de compostagem”, para gerar ocupação e renda, com mão de obra de catadores locais e aproveitamento de resíduos para a criação de adubo natural.

O assunto ainda segue sendo debatido e também deverá ser discutido entre gestores municipais e a Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup).

portalcorreio

Fale com o Portal Mangabeira

Anúncios, Sugestões, Eventos, Matérias e outro...

Copyright 2006 © 2018. Todos os direitos reservados ao Portal Mangabeira.

Desenvolvedor R1WebSite