• (83)98801-4603
  • contato@portalmangabeira.com.br

Mutirão Nacional de Saúde tem atividades em CG e Lagoa Seca

aúde, solidariedade e humanização. Apoiados nesse tripé, profissionais do Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC-UFCG), da Universidade Federal de Campina Grande e vinculado à empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vão aderir a um mutirão nacional de saúde, para atender jovens, adultos e idosos nas cidades de Campina Grande e Lagoa Seca.

A ação Ebserh Solidária será realizada nesta quinta-feira (20), mobilizando cerca de 1,2 mil profissionais de todo o Brasil, nas cidades atendidas pelos 40 hospitais universitários federais vinculados à estatal. A expectativa é que sejam beneficiadas mais de 3 mil pessoas em todo o país.

Na região do Cariri paraibano, profissionais do HUAC irão prestar atendimento em duas instituições. Pela manhã, a ação ocorrerá no município de Lagoa Seca, no Lar da Sagrada Face, entidade que abriga idosos. À tarde, o trabalho será desenvolvido na Fazenda do Sol (que atende dependentes químicos), em Campina Grande.

Conforme a especificidade de cada instituição, irão participar do mutirão médicos nas especialidades de Clínica Geral, Geriatria, Reumatologia e Endocrinologia bem como enfermeiros e técnicos de enfermagem, bioquímicos e farmacêuticos. Além do atendimento em saúde, a ação vai contar com momento recreativo, lanche e presentes para os beneficiados pelas duas instituições, visto que essa terceira edição da Ebserh Solidária ocorre no período natalino.

Para o superintendente do HUAC, professor Homero Rodrigues, o mutirão da Ebserh é uma excelente oportunidade de levar serviços de saúde a pessoas mais necessitadas e que têm dificuldade em buscar atendimento em postos ou no próprio Hospital Universitário. “É muito gratificante poder fazer parte dessa corrente de solidariedade, numa extensão de nossas atividades cotidianas. O Hospital Alcides Carneiro integra o Sistema Único de Saúde, portanto, é de toda a população. Para nós, é uma satisfação poder levar a experiência e a capacidade de nossos profissionais a quem mais precisa”, afirmou.

O presidente da Rede Ebserh, Kleber Morais, também ressaltou o caráter solidário e humanizado da ação. “Essa é a terceira vez que juntamos os esforços de toda a rede em prol das pessoas que mais precisam. E essa edição é especial, pois teremos a oportunidade não apenas de levar educação e saúde, mas também de levar um abraço, um sorriso e um afago justamente em uma época do ano tão significativa, que é o Natal”.

Terceira edição
Segundo a titular da Gerência de Atenção Básica (GAS) do HUAC, médica Consuelo Padilha, essa é a terceira edição do mutirão Ebserh Solidária. A primeira ocorreu em 2017 e também contou com a participação do Hospital Alcides Carneiro. Em parceria com os hospitais universitários Júlio Bandeira, localizado em Cajazeiras, e Lauro Wanderley, em João Pessoa, foram atendidas centenas de pessoas no município de Livramento.

“Na época, a cidade foi escolhida por possuir um Índice de Desenvolvimento Humano baixo, de 0,566. Lá, atendemos pessoas de diferentes faixas etárias, contabilizando 2.573 procedimentos de análise clínica, entre hemogramas, testes rápidos para HIV, Sífilis, Hepatites B e C, exames de PSA, verificação de glicemia capilar e aferição de pressão arterial”, explicou a gerente de Atenção à Saúde.

Já a segunda edição foi realizada em agosto deste ano, com uma ação em Roraima. Conforme a pediatra Cândida Cavalcanti, que é chefe da Divisão de Gestão do Cuidado do HUAC e participou da iniciativa médico-humanitária, foram realizadas ações educacionais preventivas em saúde, exames, consultas e vacinação na população de venezuelanos que vivem em abrigos naquele Estado, totalizando mais de 4,6 mil atendimentos.

portal mangabeira