Paraíba poderá ganhar Rota Turística ‘Jackson do Pandeiro’

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A Paraíba poderá ganhar a Rota Turística Jackson do Pandeiro. É o que sugere um projeto do deputado Estadual Chió (REDE). Segundo ele, a ideia já foi entregue ao governador João Azevêdo (PSB, na sexta-feira (12), durante a terceira plenária do Orçamento Democrático Estadual, em Esperança-PB.

“A Rota Turística Jackson do Pandeiro consiste em oferecer muito mais que infraestrutura asfáltica nos 50 km de estrada da PB 079 que interliga as cidades de Juarez Távora a Remígio. O objetivo do projeto é criar uma estrada viva, transformado essa importante via, em um atrativo turístico, onde os visitantes possam desfrutar as belezas naturais e culturais de toda a região”, explicou o deputado.

Um levantamento feito pelo mandato parlamentar de Chió (REDE), comprova que o trecho que liga a BR 104 a BR 230 serve como principal rota de tráfego das regiões do Curimataú e Seridó paraibano e potiguar, com destino as regiões litorâneas. Além de ônibus, alternativos se revezam consolidando uma das linhas mais disputadas da região.

“São cerca de 90 linhas diárias trafegando diariamente pela rota. Cinquenta delas entre Remígio e Areia, outras 18 entre Areia e Alagoa Grande, e mais vinte linhas diárias fazendo o percurso entre Alagoa Grande e Juarez Távora”, detalhou Chió.

O projeto
Ainda sem previsão para seja executado, o projeto dependeria de uma parceria envolvendo o Governo do Estado da Paraíba, através da PBTur, do DER, Secretarias de Cultura, Turismo, Comunicação e Meio Ambiente. As Prefeituras de Juarez Távora, Alagoa Grande, Areia e Remígio.

Além disso, também teria a participação de associações de turismo, empresários, Sebrae, UFPB, DNIT, Fórum de Turismo do Brejo Paraibano, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), Governo Federal – através de emendas parlamentares, e comunidades locais.

Além da restauração completa da PB 079, com sinalização horizontal, vertical, turística e segurança viária (guard rail), o projeto prevê a construção de mirantes ao longo do percurso, o fomento ao turismo com ações de desenvolvimento socioeconômico, o envolvimento de comunidades locais, ações de proteção ambiental com o plantio de mais árvores frutíferas e floríferas, portais de entradas nas cidades, além da divulgação da rota, equipamentos turísticos e a denominação de curvas e mirantes com títulos de músicas de Jackson do Pandeiro.

A região
A região que compreende o trecho de 50 km de rota possui clima privilegiado, a Reserva Estadual da Mata do Pau Ferro, lagoas e cachoeiras, trilhas ecológicas, engenhos de cana de açúcar e cachaças, comunidades quilombolas, rampas para esportes radicais, casario antigo, sítios arqueológicos, artesanato regional, igrejas históricas, museus e memoriais, teatros, cinemas, restaurantes, hotéis e pousadas.

portalcorreio