Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

‘Profundamente preocupados’, diz Santuário de Elefantes sobre Lady

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A elefanta Lady, que vive no Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica), em João Pessoa, é atualmente uma das maiores preocupações do Santuário de Elefantes Brasil (SEB), segundo carta divulgada à imprensa nessa quinta-feira (3). No texto, a organização destaca que, conforme o Ministério Público Federal (MPF), a vida em cativeiro e a falta de atendimento especializado causaram ao animal infecções crônicas que podem levar à morte e diz que se dispõe a arcar com todas as despesas necessárias à transferência de Lady para o Santuário. A ida da elefanta para a Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, onde fica o SEB, estaria sendo dificultada pela Prefeitura de João Pessoa, que nega a acusação e diz que recebeu a carta com estranheza.

“Estamos profundamente preocupados com a demora para que se solucione, definitivamente, a grave situação de Lady. Uma das maiores infelicidades é que poucas pessoas envolvidas nesse caso entendem a gravidade da condição de Lady”, avalia o Santuário de Elefantes.

Em agosto, a Prefeitura de João Pessoa admitiu que Lady deve ser transferida para um “lugar mais adequado”. Na época, o secretário de Meio Ambiente, Abelardo Jurema Neto, disse que era planejada uma visita com técnicos ao Santuário para atestar que o local possui melhores condições de acolhimento para a elefanta. A visita, no entanto, não ocorreu.

Na recente carta divulgada à imprensa, o Santuário diz que, após atraso no contato, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) informou, via videoconferência, que só visitaria o espaço após análise de um veterinário de Pomerode-SC. O profissional teria sido contratado pela Prefeitura de João Pessoa para elaborar um plano de tratamento que ajudasse a melhorar a saúde de Lady antes que a transferência para o Santuário fosse feita.

Acreditamos que é importante e imperativo resolver as dúvidas o mais rapidamente possível. Com uma visita in loco, a qualidade de vida incomparável e os cuidados especializados que o SEB pode oferecer ficariam evidente

Outro lado
Ao Portal Correio, o secretário de Meio Ambiente, Abelardo Jurema Neto, disse que, num primeiro momento, a visita ao SEB não aconteceu devido a dificuldades no contato com a administração do Santuário. “Quando conseguimos falar com eles, estávamos em Brasília, visitando um zoológico que poderia estar apto a receber Lady”, recordou o gestor.

De acordo com ele, a prefeitura julgou prudente pedir avaliação de um especialista sobre a situação da elefanta. O médico veterinário da cidade de Pomerode-SC deve chegar a João Pessoa ainda este mês. “A data ainda não foi fechada, mas esperamos que ele passe de três a cinco dias com Lady”, informou Abelardo Jurema Neto.

A prefeitura está aberta ao diálogo com o Santuário e avaliamos que estamos avançando para que a transferência seja feita. Ontem mesmo eu estava conversando com o advogado do Santuário sobre a questão. Por isso, recebemos com muita estranheza essa carta. Não entendemos e classificamos como equivocada a tentativa de dizer que a prefeitura está colocando empecilhos para a transferência. O que estamos é agindo com a cautela e respeito que Lady merece. Não podemos nos precipitar, pois é da vida de um animal que estamos falando. Não seremos irresponsáveis ao ponto de transferi-la de qualquer jeito, até porque ainda não conhecemos a estrutura do Santuário

Abelardo Jurema Neto ainda negou que Lady esteja sofrendo maus-tratos e em risco iminente de morte. “Queremos o melhor para Lady, mas isso não significa que ela esteja sendo maltratada na Bica. Ela é uma animal muito amada e não está em risco”, finalizou o responsável pela Semam.

Lady tem 47 anos e está recolhida na Bica desde 2013, quando foi resgatada do Circo Europeu Internacional.

portal correio