Ricardo rebate crítica sobre o custo da transposição: ‘obra mais barata da história’

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), voltou a criticar o governo Bolsonaro pelo que considera como abandono da Transposição do Rio São Francisco, em particular, no trecho que corta o estado. As declarações foram repercutidas durante entrevista, nesta sexta-feira (23), na cidade de Monteiro, no Cariri paraibano.

De acordo com Ricardo, o governo federal tem que olhar urgentemente para o eixo norte da transposição, que encontra-se paralisado. “A obra precisa ser respeitada. Não é porque foi feita por outro governo, no caso Lula, que deve ser abandonada”, observou.

Ricardo também rebateu as críticas de quem considera a obra como inviável devido ao preço empregado em sua construção. “Essa é a obra mais barata da história. Basta considerarmos os R$ 12 bilhões gastos e dividirmos pela população beneficiada, que vai dar R$ 1 mil”, afirmou.

No próximo dia 1º será realizado uma manifestação em defesa da Transposição do Rio São Francisco, em Monteiro. Para o ato estão sendo esperadas autoridades políticas e a população da região Nordeste.

paraiba.com.br