Zidane diz que não se sente em dívida com Real e evita falar de Cristiano Ronaldo: “Não é tema”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Sem arrependimentos. No dia em que retorna ao Real Madrid após nove meses de ter se despedido do clube, o técnico Zinedine Zidane fez questão de reiterar que sua volta não é uma prova de que errou em deixar a equipe merengue. Com três títulos da Liga dos Campeões pelo time, o treinador foi questionado se ele se sente em dívida com o clube. Na resposta, ele foi categórico.

“Você (jornalista) está errado. Não tinha nenhuma dívida com o clube. Voltei agora. Quando saí, era a melhor solução para todos, não apenas para mim”
Zidane, em sua apresentação no Real Madrid após ter seu retorno anunciado — Foto: Susana Vera/Reuters

Zidane comandou o Real Madrid por dois anos e meio. Nos nove meses de sua ausência, a equipe teve dois técnicos diferentes: Julen Lopetegui e Santiago Solari. O francês chega para substituir o argentino que, segundo a diretoria merengue, ocupará outro cargo, ainda não divulgado. Com contrato assinado até junho de 2022, Zizou disse que não poderia recusar o convite do presidente Florentino Pérez.

– Quando escuto o que dizem… não quero falar por falar. Em nove meses que fiquei, não fiz nenhuma entrevista. O que posso dizer é que quando o presidente me chamou, eu não podia dizer não. Quando você ganhou muito, pode ter uma queda.

“Eu via de fora, mas sentia que estava dentro vendo meus jogadores. Não estou contente como aconteceram as coisas”
Cristiano Ronaldo? “Não é tema”
A volta de Zidane abriu espaço para que outro ídolo do Real Madrid fosse pauta na entrevista coletiva: Cristiano Ronaldo. Questionado sobre um possível retorno do português, o francês se esquivou.

– Não é o momento de falar da volta de Cristiano Ronaldo. Vocês sabem o que foi ele aqui, foi história, e isso ninguém vai mudar. Mas não é o momento da falar dessas coisas. Não é o tema. O tema é que agora há 11 jogos e vamos pensar nisso.

Bom, a sensação é boa. O que posso dizer é que estou contente. Contente de voltar. Tampouco fui longe, porque vivo aqui. Estou contente de voltar a trabalhar com esse clube e com esse plantel

Minha ambição e o que tenho dentro para este clube, ninguém vai tirar. O sonho que tenho de voltar a treinar, ninguém vai tirar. Então, vou botar tudo que tenho dentro para que a equipe esteja melhor

Veja outras declarações de Zidane
SAÍDA DO REAL MADRID

– Cada um pode opinar o que quer. O importante é fazer o que sente e nesse momento sentia que devia sair. Quando toma uma decisão assim, você não pode olhar apenas seu lado, há muitas coisas. Este clube impõe e há que pensar em tudo. Treinar o Real Madrid é outra coisa. Eu vivi. Agora estou motivado e tudo aquilo já passou.

MÁ FASE DO TIME

– É um grande desafio. Não é porque seja a segunda vez, também por isso. Não penso no passado, se pensasse nisso, não teria voltado. Vai além de voltar a este clube. Tenho vontade de pegar as rédeas deste segundo projeto. Tenho vontade de voltar a treinar. Vi toda a temporada. Quero estar com os jogadores. Creio que eles são os primeiros que sabem que é um ano difícil. Não se pode sempre fazer as coisas bem e ganhar. Vocês sabem que futebol é assim. Há que aceitar a mudança.

MUDANÇAS NO FUTURO

– Temos que mudar algumas coisas para os próximos anos. Mas agora não se trata disso. Há tempo para falar e ver o que se pode fazer. Hoje não é o tema. Hoje nos faltam 11 jogos e o que queremos é acabar bem. Gosto muito deste clube e estou aqui por ele

REAL MADRID